PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Tratamento asma

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

tratamento asma

Os medicamentos disponíveis para o tratamento da asma dependem da severidade dessa doença e eles são sempre prescritos pelo médico.

Como sempre na medicina, tenta-se descobrir a causa que desencadeia a asma para tratá-la dependendo da causa.

duas classes principais de medicamentos para tratar a asma, no entanto, novas classes de medicamentos surgiram no mercado nos últimos anos (veja abaixo):

- Broncodilatadores ( agonistas beta-2: salbutamol...)

- Antiinflamatórios (*corticoides inalados ou comprimidos)

Em função da severidade da asma (>> veja os diferentes níveis), um ou dois medicamentos de uma classe ou duas (muitas vezes melhor) serão introduzidos na terapia da asma.

A terapia pode ser como se segue:

- Para asma moderada devem ser usados agonistas beta-2 (sulbutamol) ou cortisona spray em baixa dosagem.

- Para asma de severidade média serão utilizados antiinflamatórios do tipo glicocorticóides, cortisona inalada em spray. Atenção: a cortisona spray não causa os efeitos secundários da cortisona em comprimidos porque a cortisona spray não atravessa para a circulação sanguínea, todavia, um possível efeito colateral da cortisona inalada pode ser o desenvolvimento de aftas, por isso é recomendado utilizar a cortisona spray antes das refeições ou antes de beber e enxaguar a boca depois da absorção do spray.

Em geral, associa-se os brocodilatadores do tipo agonistas beta-2.

É igualmente possível utilizar-se a teofinlina em comprimidos.

- Para asma severa ou grave utiliza-se antiinflamatório do tipo glicocorticoide=cortisona sistematicamente (comprimidos) suplementado com broncodilatador agonista beta-2 e glicocorticóides inalados e teofilina.

*O uso cotidiano de corticóides inalados seria inútil

Um estudo realizado nos EUA publicado 12 de setembro de 2012 no "Journal of the American Medical Association" (JAMA) chegou à conclusão de que inalações diárias de corticóides para controlar a asma seriam inúteis. Os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença significativa sobre a asma e suas crises com a realização de duas inalações por dia de esteróides ou não.

Atenção, sempre siga o tratamento sugerido pelo seu médico. Converse com seu médico para encontrar a melhor terapia para tratar e prevenir a asma.

Outros tratamentos contra asma

Para tratar a asma o médico pode também prescrever antileucotrienos como a cromolina  sódica. O cetotifeno é outro possível composto para o tratamento contra a asma. Esses medicamentos atuam sobre a reação alérgica. Essas duas moléculas aparentam ser relativamemente eficazes em crianças.

Novos tratamentos contra asma severa

Há medicamentos nomeados “biológicos” que tratam a asma severa. Omalizumab (distribuído pelo laboratório Novartis) é um medicamento pertencente a essa nova geração de tratamento, ele é utilizado de acordo com nossa informação na forma injetável, a cada 2 semanas para caso específico de asma. A desvantagem é o alto custo desses medicamentos “biológicos”. Converse com um médico para maiores informações sobre esses novos tratamentos.

Tratamentos alternativos para asma

Nos casos de asma alérgica, com um alergênico em particular, pode ser possível realizar a dessensibilização. A vantagem desse tratamento é que ele trata a causa da asma. Fale com seu médico.


Observações sobre o tratamento da asma
- Em casos de asma de severidade média e sobretudo de asma grave, o tratamento deve ser feito na maioria dos casos todos os dias, mesmo na ausência de crise. Isto é chamado de tratamento crônico (tratamento para prevenir ataques de asma). Atenção, o estabelecimento tratamento crônico e do tratamento de crise devem ser feitos somente com a ajuda de um médico.

- A terapia da asma pode variar entre uma criança (em particular, menores de 5 anos) e um adulto. Sabe-se, por exemplo, que antes da idade de 5 anos, deve-se apenas administrar os broncodilatadores por nebulização.

- Como já visto anteriormente nesse arquivo, a asma mata (no Brasil, muitas pessoas por dia). É, portanto, importante saber a posologia da medicação (quando e como administrar) e em caso de dúvida, fale com um médico ou farmacêutico.

Ler a sequência: dicas asma

Ultimas mensagens do fórum asma

Última mensagem

  • Problemas de adenóide e respiração (18.05.2014)

    0 meu filho des de pequeno tem dificuldades na respiração, vc ouve ele respirar e a noite quando está dormindo parece que vai sufocar ele ronca muito e as vezes engasga ele tem uma catarrada o ano inteiro dou a ele expectorante e não resolve levo ao
  • Estou com constantemente com crise de cansaço (27.04.2014)

    por favor mim ajude ja faz quazer 5 meses que estou constantemente com crise de cansaço não sei mas o que faço pois tenho que ir toda vezes para o hospital
  • Tratamento para asma (06.02.2014)

    Tenho 36 anos e tenho asma a muitos anos e sempre fico muito ruim. Na minh gravidez fiquei pior. Meu bebe tem 4 meses e estou em crise outra vez, falta de ar e muita toss, muitaaa toss que me dificulta a dormir e ate a amamentar. Nao sei o que posso

Faça também SUAS PERGUNTAS NO FÓRUM ASMA


author Observação da redação: este artigo foi modificado em 14.08.2013.
Controle de qualidade
Última atualização:
14.08.2013

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também

PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

Expectativa de vida no Brasil aumentou, diz ONU

Brasil aumentou em 11,2 anos a expectativa de vida entre 1980 e 2013. País está na 79ª posição do IDH.

Perda de peso pode ajudar a melhorar os sintomas da menopausa

As ondas de calor são características da menopausa. Recente estudo divulga que a perda de peso pode ajudar no controle desses sintomas.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 29.07.2014