PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Tratamento gota

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Para tratar a gota, destacamos o tratamento da crise de gota e o tratamento preventivo da gota:

1. Tratamento da crise de gota – medicamentos para a crise de gota

Para acalmar a dolorosa crise de gota, o médico dispõe principalmente de medicamentos analgésicos ou antiinflamatórios como:

- antiinflamatórios não-esteróidais (AINEs) como aqueles à base de diclofenaco, naproxeno e ibuprofreno a serem tomados, por exemplo, em forma de comprimidos. Evite a tomada de aspirina no tratamento da gota, pois ela pode exercer influência sobre o ácido úrico e agravar os sintomas da gota.

- a colchicina (um antigotoso), que age contra a inflamação causada pelos cristais de ácido úrico. Entretanto, esse medicamento deve ser cuidadosamente avaliado devido a suas reações adversas, como náuseas, vômitos e diarréias.

- corticosteróides, como a prednisona e cortisona podem ser usados devido a sua ação antiinflamatória. Podem ser administrados na forma de comprimidos ou em injeções nas articulações. Os corticosteróides normalmente são destinados a pessoas que não podem utilizar AINEs.

2. Tratamento preventivo da crise de gota

De início é aconselhado seguir determinados conselhos como uma mudança no estilo de vida (diminuição do álcool, consumo de carnes, etc), para tratar a gota e limitar as futuras crises.

Se a mudança do estilo de vida não surtir efeito, existe a possibilidade de o médico prescrever um medicamento muito eficaz para evitar e limitar novas crises de gota, o alopurinol. Em geral, o médico irá iniciar um tratamento medicamentoso preventivo à base de alopurinol somente se o paciente já tiver passado por diversas crises de gota. É importante saber também que este medicamento diminui a concentração de ácido úrico no sangue, o que reduz a probabilidade de ter uma crise de gota, mas será necessário tomá-lo regularmente, pois uma vez a interrompida a terapia, a probabilidade de uma crise pode aumentar. Trata-se então de um tratamento a ser tomado em um longo prazo.
Vale a pena notar que numerosas pessoas que se tratam com alopurinol por um ano e, em seguida, por exemplo, no segundo ano ou pelo menos algum tempo após, param a administração. Isso é perigoso porque provoca risco à saúde do paciente (gota, complicações renais, etc). Essas terão que tomar o medicamento todos os dias e o  médico ou farmacêutico podem ajudá-las a atingir esse objetivo.

Outro medicamento que também bloqueia a produção de ácido úrico é o febuxostato.

Tanto o alopurinol quanto o febuxostato podem desencadear uma nova crise de gota se tomados antes que uma crise recente seja totalmente curada.

A probenecida é um medicamento que aumenta a habilidade renal de excretar o ácido úrico. Desta forma, as concentrações de ácido úrico no sangue diminuem o que reduz o risco de desenvolvimento de gota.

Nota sobre os tratamentos da gota:

Estima-se que uma grande parte das pessoas com gota, 80% dos pacientes de acordo com algumas fontes, não toma corretamente seus medicamentos para tratar e prevenir crises de gota ou não se beneficia do tratamento adequado. Isso é muitas vezes um sério problema de saúde pública, particularmente no Ocidente (Europa e América do Norte).

Ler a sequência: fitoterapia gota

Leia também: dicas de dieta para gota - plantas medicinais para gota - prevenção da gota

Ultimas mensagens do fórum gota

Última mensagem

  • Artrite gotosa tornozelo (23.06.2014)

    Estou tendo crise de artrite gotosa no tornozelo do pé direito. Sou hipertenso e gostaria de saber se existe algum anti-inflamatório que não altere minha pressão arterial ´pois já sofri aumento considerá
  • Excesso de queimação com alopurinol (20.05.2014)

    Meu médico receitou alopurinol 100mg após o almoço, mas sinto uma queimação como se fosse uma azia que nunca passa, desde a garganta até o estomago. Como posso diminuir o efeito colateral de excesso que quei
  • Gota (07.03.2014)

    Sou hiperuricêmico. Já tive inúmeras crises de Gota. A crise mais recente ocorreu há cerca de 30 dias. Afetou o pé esquerdo por inteiro e em seguida o joelho. Fui medicado com Ibuprofeno e colchicina. Após 12

Faça também SUAS PERGUNTAS NO FÓRUM GOTA

Por  (farmacêutico)

author Observação da redação: este artigo foi modificado em 23.06.2014.
Controle de qualidade
Última atualização:
23.06.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também

PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

5 informações essenciais sobre o infarto cardíaco em mulheres

Conheça 5 informações importantes sobre o risco de infarto do coração em mulheres.

Carência de vitamina D associada ao mal de Alzheimer

Estudo aponta que a carência vitamina D, produzida ao se tomar sol, pode causar o mal de Alzheimer.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 27.08.2014