PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Tratamento endometriose

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Como vimos na seção "definição de endometriose", o tratamento da doença vai depender do objetivo terapêutico buscado: tratar as dores, a infertilidade ou evitar uma reincidência. Em uma mulher que não quer mais engravidar é possível pensar em uma histerectomia, o que não será possível em uma mulher que quer engravidar. No entanto, em uma mulher que está próxima da menopausa, a histerectomia pode não ser necessária, visto que as taxas de estrógenos vão diminuir com a condição.

Endometriose tratamento

1. Acalmar a dor
- Analgésicos

- Anti-inflamatórios não esterioidais AINS (Ibuprofeno, Naproxeno)

- Tratamentos hormonais contraceptivos, pílulas de estrógeno-progenterona. Recomendado para mulheres que possuem dores pélvicas leves a moderadas e que desejam prevenir a gravidez)

Os focos de endometriose se comportam como o útero e vão, portanto, reagir aos hormônios contidos nos métodos  contraceptivos hormonais. Isso terá como consequência, uma diminuição das dores e dos sangramentos, porém sem curar definitivamente a endometriose. De fato, com a interrupção das pílulas, dos analgésicos ou dos anti-inflamatórios, as dores irão recomeçar.

2. Tratamento hormonal
- Progestinas (forma sintética da progesterona): Recomendado a mulheres que não conseguem o alívio da dor ou que não podem tomar contraceptivos hormonais contendo estrógeno (como as fumantes). Não usar se estiver tentando engravidar

- Análogo do GnRH (hormônio liberador de gonadotrofinas): Diminuir a taxa de hormônios femininos (estrógenos e progesterona), causando uma menopausa temporária. . Recomendado em casos severos, geralmente utilizados após cirurgias e por curto período. Efeitos colaterais semelhantes a sintomas da menopausa estão associados..

Reduz a dor em cerca de 80% das pacientes e pode secar os focos de endometriose. Seu uso não é recomendado por mais de 12 meses e por mulheres que estão tentando engravidar. Este tratamento é compatível com uma operação.

-  Antagonistas a progesterona ainda estão em estudo, pois apesar de melhorar a dor pélvica não menstrual e a desminorréia, sem apresentar o efeito adverso de suprimir o efeito do estrógeno nos tecidos, pode estar relacionado a mudanças histológicas no endométrio que precisão ser mais bem estudadas.

O Danazol pode também ser utilizado em casos de dor moderada. A menopausa secundária reversível pode também ocorrer com esse tratamento.

- Desde agosto 2012, encontra-se no mercado brasileiro o medicamento Allurene® à base de  dienogeste (produzido pela Bayer), específico contra a endometriose. O dienogeste é um tipo de progesterona que inibe a produção de estrogênio no endométrio. É um medicamento oral vendido sob prescrição médica, pergunte ao seu médico.

- Inibidores da aromatize: Apesar de não ser utilizado para tratar dor pélvica, este novo medicamento tem se mostrado promissor no tratamento da endometriose, principalmente em casos mais severos.

A maioria destes tratamentos são administrados através de injeção ou via nasal.

3. Acupuntura
Estudos mostram que a acupuntura auxilia o tratamento medicamentoso, principalmente em adolescentes.  

4. Tratar a infertilidade
Há vários tratamentos possíveis no caso de infertilidade, a escolha do melhor tratamento depende da idade, se outros motivos para infertilidade e a severidade da endometriose.

Na maioria dos casos o uso de analgésicos, anti-inflamatórios ou pílulas contraceptivas não são suficientes, sendo necessário recorrer à cirurgia (laparoscopia) para retirar os tecidos deslocados e os cistos. Para maiores detalhes sobre a laparoscopia  veja a parte de diagnósticos da endometriose.

A laparoscopia também é recomendada para casos de dores severas e aumento da massa na área pélvica. Mais de 80% das mulheres que sofreram a cirurgia têm menos dor durante muitos meses. No entanto há chances das dores voltarem caso não haja tratamento após a cirurgia, como contraceptivos hormonais.

Outras alternativas de tratamento são: medicamentos para fertilidade (ex. clomifene), medicamentos para fertilidade com inseminação artificial, fertilização in-vitro.

Observação: Caso o tratamento não melhore a dor em 6 meses, talvez a cirurgia seja a melhor opção,

5. Laparoscopia (cirurgia conservativa)
Este tipo de cirurgia preserva o útero e o máximo possível dos tecidos ovarianos, retira os focos de doença. Porém cirurgias adicionais podem ser necessárias no futuro devido a novos focos de endometriose.

6. Histerectomia (cirurgia definitiva)
Esta  operação consiste em retirar o útero e os ovários, só deve ser considerada quando a mulher não desejar mais engravidar e quando houver reincidência de endometriose (que já foi tratada anteriormente e não obteve resultados). Uma vez que os ovários forem retirados, não haverá mais a fabricação de estrógenos, portanto, não haverá mais endometriose. No entanto, os sintomas da menopausa podem começar.


Esta página tem objetivos meramente informativos, para iniciar qualquer tratamento medicamentoso, procure seu médico.

Ler a seqüência: fitoterapia endometriose

Ultimas mensagens do fórum endometriose

Última mensagem

Faça também SUAS PERGUNTAS NO FÓRUM ENDOMETRIOSE


author Observação da redação: este artigo foi modificado em 20.11.2013.
Controle de qualidade
Última atualização:
20.11.2013

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também

PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

Perda de peso pode ajudar a melhorar os sintomas da menopausa

As ondas de calor são características da menopausa. Recente estudo divulga que a perda de peso pode ajudar no controle desses sintomas.

Ministério da Saúde atinge meta de vacinação contra gripe

Até o momento, 84% do público-alvo já foi vacinado contra gripe. Campanha ainda continua em muitos municípios.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 25.07.2014