PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Causas do sobrepeso e da obesidade

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

As causas do sobrepeso ou da obesidade podem ser múltiplas:

causas do sobrepeso ou da obesidade - uma má alimentação: muito rica em gordura, em açúcar, rica em refrigerantes, fast-food (sanduíche, batata frita), em doces ou álcool.

- "beliscar" muito entre as refeições (sem respeitar os horários das refeições).

- uma origem genética (hereditária) (devido a um mau metabolismo das gorduras ou açúcares)

- uma falta de atividades físicas, o sedentarismo (em inglês com humor, couch potato).

- o estresse: pode favorecer o ganho de peso. Isto está relacionado aos hormônios liberados pelo estresse (cortisol, adrenalina) que podem influenciar em diversos processos do ganho de peso, como na vontade de comer.

- noites mal dormidas (falta de sono), com menos de quatro horas de sono. Dormir pouco pode favorecer alguns agentes ativos no cérebro, que estimulam o apetite ou não impedem a saciedade (sensação de não ter mais fome), por isso há um ganho de peso mais acentuado em pessoas que dormem pouco.

- problemas com a glândula tireóide, como por exemplo, a hipotireóide.

- o uso prolongado de determinados medicamentos (por vários meses), como os antidepressivos, anti-histamínicos, que exercem também um efeito sonífero (por ex. à base de difenidramina), corticóides (por ex. a prednisona),  progestativos, pílula,... Ler: Medicamentos que engordam

- um conjunto das causas mencionadas acima, como por exemplo, uma má alimentação somada à falta de exercicios,  o que significa que absorvemos mais energia do que gastamos, o que conseqüentemente leva a um ganho de peso.

- os micro-organismos (bactérias em particular) responsáveis pela digestão dos alimentos no nosso organismo também podem levar o corpo a ganhar peso em caso de má regulação, diz um estudo realizado nos EUA, publicado em março de 2010.

Um ser humano abriga em média 100 trilhões de bactérias, 10 vezes mais do que o número de células humanas. Estas bactérias são encontradas principalmente no nosso sistema digestivo e podem desempenhar um papel fundamental no tratamento e na prevenção da obesidade, diz um estudo chinês realizado pela Universidade Jiao Tong de Xangai, publicado no final de 2012 no Jornal ISME.

De acordo com a pesquisa, a bactéria intestinal Enterobacter cloacae pode ser responsável pela obesidade em seres humanos. Regular ou eliminar essa bactéria através de certos alimentos ou probióticos permitiu a um paciente do estudo perder 51,4 ​​kg (ele pesava 174,8 kg antes do estudo).

Ler também : Parar de fumar engorda - Flora intestinal em jogo 

Ler a seqüência: sintomas sobrepeso e obesidade

Ultimas mensagens do fórum obesidade

Última mensagem

Faça também SUAS PERGUNTAS NO FÓRUM OBESIDADE


author Observação da redação: este artigo foi modificado em 02.05.2014.
Controle de qualidade
Última atualização:
02.05.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:



PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

Extrato de espinafre diminui vontade de comer e ajuda na perda de peso

Um extrato de espinafre contendo membranas de folhas verdes diminui a fome hedônica em até 95%, e aumenta a perda de peso com 43%.

Junk food, gota e raquitismo em alta no Reino Unido

Especialistas alertam para o crescimento do consumo de junk food e doenças relacionadas, como gota e obesidade.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 20.09.2014