PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Infecção urinária

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Infecção urináriaAs infecções do trato urinário (ITU) são um grupo de doenças causadas por microorganismos que podem atingir qualquer região do trato urinário, sendo designada de vários nomes: cistite (infecção na bexiga), uretrite (na uretra), epididimite (no epidídimo), orquite (inflamação testituclar) e prostatite (na próstata); e das vias altas, quando atinge o rim, denominando-se pielonefrite. Podem ser divididas em não complicadas e complicadas.

As infecções urinárias são mais freqüentes em mulheres. As causas mais comuns são infecções bacterianas, sobretudo causadas por E. coli. Nas infecções fúngicas, o agente causador mais comum é a Candida albicans. Diversos fatores podem estar relacionados com a proliferação aumentada de microorganismos nas infecções urinárias, como retenção da urina, presença de pedras no trato urinário, uso de diafragmas, má higiene intima, dentre outros. Alguns grupos de risco incluem diabéticos e mulheres na menopausa.

Os sintomas normalmente incluem urgência, desconforto e ardor ao urinar, febre (em casos de pielonefrite), alteração da coloração da urina etc. O diagnóstico normalmente é feito por análise da urina e cultura de bactérias, mas o médico pode também usar métodos de imagem para verificar anormalidades no trato urinário. Em casos complicados, a infecção urinária pode se disseminar para o corpo humano, causando sepse.

O tratamento é feito com antibióticos, como as quinolonas (ciprofloxacino, norfloxacino), amoxicilina, cefalosporinas e fosfomicina. Algumas plantas medicinais com propriedades desinfetantes e diuréticas podem auxiliar no tratamento, como a cavalinha e o cranberry. Para evitar as infecções urinárias, beba bastante água durante o dia, tenha hábitos de higiene íntima, troque regularmente a roupa íntima e tenha hábitos saudáveis de vida.

Ler a sequência: definição de infecção urinária

Perguntas e Respostas
Minha esposa tem dores no útero quando estamos tendo relação sexual. Ela também tem infecção urinária com frequência,  já passou no médico mas ainda não foi resolvido. O que pode ser?

Resposta do farmacêutico (por Adriana Sumi)
Existem diversas possíveis causas em caso de dores na região pélvica ou ventral durante o ato sexual ou logo após, o termo médico para este sintoma é dispareunia. Existem algumas doenças que podem estar associadas a este sintoma e que devem ser investigadas por um ginecologista, como: endometriose, hemorroida, hpv, ressecamento vaginal (que pode ser causado por traumas psicológicos, menopausa, uso de determinados medicamentos, entre outros), feridas devido a herpes ou outra DST, alterações anatômicas e até mesmo a própria infecção urinária.

Recomendamos que a sua mulher consulte um ginecologista e faça exames para descartar cada uma das possibilidades, além de fazer um tratamento contra a infecção urinária.

Além disso, outras ações podem ser tomadas, como manter uma boa higiene intima usar calcinha de algodão, lavar a calcinha separada de outras roupas (principalmente meias), usar sabonete neutro, usar lubrificante durante o ato sexual, investir nas preliminares para melhorar urina lubrificação.

Nos casos em que todas as doenças são descartadas, inclusive a endometriose, é possível que seja algum fator psicológico, portanto a psicoterapia pode ser uma solução. 

Saiba mais em: endometriose

Entender a doença Tratamento & Prevenção Interativo
Definição Tratamento (remédios) Perguntas aos farmacêuticos
Estatísticas Fitoterapia
Causas Homeopatia
Grupos de risco Dicas
Sintomas Prevenção
Diagnóstico
Complicações

Observação da redação: este artigo foi modificado em 23.08.2014.
Controllo di qualità
Última atualização:
23.08.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também

PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

Extrato de espinafre diminui vontade de comer e ajuda na perda de peso

Um extrato de espinafre contendo membranas de folhas verdes diminui a fome hedônica em até 95%, e aumenta a perda de peso com 43%.

Junk food, gota e raquitismo em alta no Reino Unido

Especialistas alertam para o crescimento do consumo de junk food e doenças relacionadas, como gota e obesidade.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 17.09.2014