Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Tratamentos coqueluche

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Tratamento curativo da coqueluche

coqueluche tratamentoO principal tratamento envolve tomar antibióticos. Os antibióticos são eficazes contra as infecções bacterianas, como é o caso da coqueluche. Os antibióticos são escolhidos de acordo com nossas necessidades, especialmente os macrolídeos, e o médico é, obviamente, a única pessoa que pode prescrever este tipo de medicamentos.

Um importante objetivo de tomar antibióticos é reduzir o contágio da doença. Em crianças pequenas e bebês, a coqueluche pode ser potencialmente muito grave, e, dessa forma, é aconselhável tratar a doença em hospitais para monitorar melhor o estado do jovem paciente. Isto irá isolar o paciente o quanto possível para evitar a contaminação.

A equipe de saúde irá relatar quaisquer casos de coqueluche do país para as autoridades sanitárias.

Tratamento preventivo da coqueluche – vacinação da coqueluche

coqueluche vacinaçãoA melhor maneira de lutar contra esta doença é a vacinação de todas as pessoas e especialmente as crianças pequenas. Em geral, recomendamos a vacinação contra a coqueluche (também chamada pertussis) a partir da idade de 2 meses por cada três injeções com um mês de intervalo. Em seu primeiro ano de vida a criança terá recebido 3 doses de vacina.

Um ano após a última vacinação, a criança receberá um reforço (para cerca de 2 anos), e depois um segundo reforço durante a adolescência nas idades de 11-13 anos (na Suíça aconselh-se de  4-7 anos). É importante notar que este padrão pode variar um pouco dependendo de cada país e tipo de vacina, por isso é converse com seu médico ou farmacêutico sobre o padrão exato da vacinação na sua região ou país.

Estima-se que um reforço na idade adulta é recomendado especialmente para as pessoas em contato com crianças pequenas (equipe médica ou os pais, neste caso a mãe deve ser vacinada antes da gravidez ou logo após) e, especialmente bebês, para prevenir em todos os casos a transmissão da coqueluche. Algumas fontes estimam que a eficácia da vacinação é, em geral, excelente, no entanto o seu efeito tende a desaparecer na idade adulta, e por isso reforços são sempre bem-vindos. Converse com seu médico.

Note também que a vacina contra a coqueluche é freqüentemente associada com uma vacina contra outras duas doenças infecciosas: a difteria e o tétano. Isto é conhecido como a vacina DTP ou tríplice (difteria, tétano e coqueluche ou pertussis).

Vacinação da coqueluche em adultos

Autoridades sanitárias suíças recomendam, desde fevereiro 2012, uma vacina de reforço adicional contra a coqueluche em jovens adultos entre 25 e 29 anos e a todos os que serão futuros pais (a coqueluche não é perigosa para um adulto, mas é extremamente grave para uma criança que ainda não foi vacinada, e que possivelmente será seu futuro filho), e também a todos os adultos em contato regular com crianças.

Na França, Alemanha e Estados Unidos os futuros pais já estão informados que um reforço contra a coqueluche pode ser proposto pelo médico, e especialmente nos casos sobre a imunização para criança (como nos casos em que as crianças não receberam as cinco doses).

Ler a sequência: dicas para coqueluche


author Observação da redação: este artigo foi modificado em 15.07.2012.
Controle de qualidade
Última atualização:
15.07.2012

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também
PUBLICIDADE

Google search 2015


Loading

Quickinfos top

Temas



IMC

NOTÍCIAS

Alimentos orgânicos

Os alimentos orgânicos têm ganhado popularidade nos supermercados e nas mesas dos brasileiros. Saiba quais suas vantagens para a saúde.

Índice glicêmico

Saiba o que é o índice glicêmico e como ele influencia na saúde e na sua dieta.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

 



© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 15.04.2015