Publicidade

Dores de cabeça são muitas vezes negligenciadas, segundo a OMS

Dores de cabeça são muitas vezes negligenciadas, segundo a OMSGENEBRA – A cada ano, metade a três quartos da população mundial sofre de dores de cabeça, de acordo com um estudo da OMS divulgado. A organização está preocupada que esse mal seja muitas vezes subestimado.
O tratamento da dor de cabeça é muitas vezes negligenciado, de acordo com um estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A cada ano metade a três quartos da população adulta no mundo sofre de dores de cabeça.

Mais de 10% têm alguma forma de enxaqueca aguda durante o ano, enquanto 1,7 a 4% da população adulta sofrem de dores de cabeça durante duas semanas por mês, diz também o estudo da OMS realizado com a ONG “Lifting The Burden”. Menos da metade das pessoas que sofrem de dores de cabeça vão ao médico.

Custo econômico

O tratamento correto das dores de cabeça não é bem sucedido, devido a uma falta de informação e a uma falta de recursos, que ocorre por não julgarem prioridade. A população não tem consciência das consequências.

No entanto, o custo humano e econômico desse “mal” é enorme, diz o estudo, sem dar números específicos. “As perdas de produtividade são substanciais e ultrapassam largamente os gastos com cuidados para o tratamento de dor de cabeça em qualquer país”, adverte a OMS.

Criasaude.com.br, 05.06.2011

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 14.04.2017

Publicidade