Fumar provoca danos genéticos em minutos

PUBLICIDADE

WASHINGTON – A primeira tragada de tabaco inalada por um fumante de cigarros provoca em alguns minutos danos genéticos que aumentam risco de câncer. Isso é mostrado em um estudo feito por cientistas americanos, que foi lançado nesse sábado.

O efeito é tão rápido que é equivalente a uma injeção direta da substância no sangue”, explicam as conclusões científicas, eles acreditam que constituem um “alerta grave” para os fumantes.

PUBLICIDADE

Este estudo publicado na revista Chemical Research in Toxicology é o primeiro a analisar o modo como substâncias contidas no tabaco causam danos ao DNA em seres humanos. Ele é baseado no rastreamento de traços dos produtos tóxicos constituintes do tabaco, que são chamados de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs), em 12 voluntários fumantes.

Eles estão particularmente interessados na ação dessas substâncias no sangue. Descobriu-se que, o fenantreno que é encontrado na fumaça dos cigarros, forma uma substância tóxica que “provoca mutações que podem causar câncer”, disse o estudo.

Os fumantes alcançam o nível máximo da substância em uma escala de tempo que surpreendeu até mesmo os pesquisadores: apenas 15-30 minutos depois que os voluntários tinham terminado de fumar seus cigarros”, observa o estudo.

câncer de pulmão é o mais mortal dos cânceres e o que vem mais aumentando a frequência de casos no mundo. Doze milhões de novos casos são diagnosticados a cada ano e quase 8 milhões morrem. Cerca de 90% das mortes por câncer de pulmão estão relacionados com o tabagismo.

16 de Janeiro de 2011

PUBLICIDADE

Observação da redação: este artigo foi modificado em 14.04.2017