Pessoas idosas: o azeite de oliva pode prevenir um avc

PUBLICIDADE

Pessoas idosas: o azeite de oliva pode prevenir um avcWASHINGTONPessoas acima de 65 anos que gostam de azeite de oliva são menos propensas a sofrerem acidentes vasculares cerebrais do que aqueles que não o consomem. É o que diz um estudo conduzido com mais 7.000 franceses, publicado quarta-feira em uma revista científica americana.
Pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, avaliaram 7.625 pessoas com 65 anos ou mais, originárias de Bordeaux, Dijon e Montepellier, durante um período de cinco anos.

Os pesquisadores dividiram os participantes em dois grupos. No primeiro grupo estavam aqueles que nunca tinham consumido o azeite e no segundo, aqueles que o utilizavam em sua dieta.

PUBLICIDADE

Durante o estudo, 148 ataques cerebrais foram identificados entre os participantes.

41% de acidentes vasculares cerebrais a menos

Depois de aplicar os critérios de peso, atividade física e dieta, os cientistas perceberam que o risco que os consumidores “assíduos” de azeite de oliva tinham em relação à um acidente vascular cerebral era 41% menor do que aqueles que nunca o consomem.

“Nosso estudo sugere um novo conjunto de recomendações dietéticas que deve ser publicado para evitar ataques em pessoas acima de 65 anos”, disse Cecilia Samieri, autora dessa pesquisa.

“Os acidentes vasculares cerebrais são muito comuns nos idosos. O consumo do azeite de oliva é um método simples de preveni-los”, acrescenta ela. Este trabalho foi publicado na revista Neurology.

Criasaude.com.br,  26 de Junho 2011.

PUBLICIDADE

Observação da redação: este artigo foi modificado em 18.09.2017

 

Inscrever-se na nossa newsletter (de graça)

 

Ler também: