Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Guaraná

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

GuaranáResumo
Guaraná
: Planta Medicinal rica em cafeína, o que favorece a vigilância e o despertar, é geralmente apresentada em forma de bebida ou cápsula.  

Nomes
Nome em português: Guaraná
Nome francês: Guarana
Nome latim: Paullinia cupana
Nome inglês: Brazilian Cocoa, Guarana
Nome alemão: Guarana
Nome italiano: guarana

Família
Sapindaceae (Sapindáceas)

Constituintes
Alcalóides purínicos: caféina, teobromina, teofilina, taninos.

Partes utilizadas
Grãos (sementes de guaraná)

Efeitos do guaraná
Estimulante do sistema nervoso central, afrodisíaco, antioxidante

Indicações do guaraná
Fadiga, distúrbios da vigilância, dor de cabeça (graças ao efeito da cafeína), perda de peso.

Efeitos secundários
Excitação, nervosismo, distúrbios do sono.

Contra-indicações
Distúrbios cardíacos, atividade física intensa (diminui a oxigenação), gravidez ( na nossa opinião não se trata de uma contra-indicação absoluta mas nesse estado é preferível evitar as plantas ricas em caféina), osteoporose, distúrbios do sono.

Interações
Éfedra

Preparações à base de guaraná

- Cápsula de guaraná

- Bebida energética de guaraná

- Pó de guaraná

- Suco energético brasileiro

Onde cresce o guaraná?
Trata-se de uma planta originária do Brasil, que cresce principalmente na Amazônia.

Quando colher o guaraná?
-

Observações
O guaraná é uma planta muito rica em cafeína (mais rica que o café ou o chá) e pode, portanto, estimular o despertar em caso de fadiga.

Foto guaraná

LER TAMBEM - CRIASAUDE
PUBLICIDADE
Observação da redação: este artigo foi modificado em 19.08.2014.
Controllo di qualità
Última atualização:
19.08.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:



Google search 2015


Loading

Quickinfos top

Temas



IMC

NOTÍCIAS

Terapia com células-tronco mostra avanços no combate ao HIV

Terapia com células-tronca mostra resultados promissores no combate à infecção pelo HIV.

O FDA adverte contra o risco de infarto e AVC com anti-inflamatórios não esteroidais

O FDA pediu aos fabricantes de medicamentos para reforçar a bula em todos os anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) sobre o risco de infarto ou AVC.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br




© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 29.07.2015