PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Ácido fólico

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

ácido fólico anemiaO ácido fólico pertence ao grupo de vitaminas do complexo B e conhecido como hidrossolúveis. Abaixo você encontrará todas as informações sobre esta vitamina.

NOMES
Nome em português: ácido fólico
Nome científico: vitamina B9, ácido fólico, folato

DOSE DIÁRIA
Dose diária recomendada: 
-
0.4 mg (=400µg) para um adulto (a partir de 15 anos)

- 0.4mg (=400ug), para as mulheres que querem engravidar (antes da concepção) [fonte: Mayo Clinic, Livro de Medicina Alternativa, Estados Unidos, atualização junho de 2010].

- 0.6 mg (=600µg) para uma mulher que estiver amamentando (segundo a  FDA - food and drug administration nos EUA)

- 0.8 mg (=800µg) para uma mulher grávida  (segundo a  FDA - Food and Drug Administration nos EUA. Na Alemanha, os médicos aconselham uma dose de 0.6 mg e no Brasil uma dose de 0.4 mg)

- 0.8 mg para aumentar a capacidade intelectual do cérebro, para um adulto de 50 a 75 anos (para combater o Alzheimer, por exemplo)

- a dosagem deve ser adaptada em caso de anemias megalobásticas, devido a uma carência em  ácido fólico, converse com o seu médico.

ALIMENTOS QUE CONTÊM ÁCIDO FÓLICO
- Framboesas (foto), fígado de boi, fígado de galinha, legumes verde-escuros (repolho verde), brócolis, ovos, cereais, funcho, suco de laranja,levedura...

EFEITO
Sintese de determinados aminoácidos, reações metabólicas-chave, sobretudo na região do tubo neural (gravidez), formação dos glóbulos vermelhos (hematopoiese).

INDICAÇÕES
Grávidas acido folico- 
Mulheres grávidas: prevenção de espinha bífida e anencefalia nos bebês, se tomado antes da concepção e durante a gravidez (ver em dose diária acima).

Prevenção de autismo: de acordo com um estudo internacional publicado em fevereiro de 2013, tomar ácido fólico antes e durante a gravidez pode reduzir em até 40% o risco de autismo em recém-nascidos. O momento a ser tomado é muito importante para reduzir o risco de autismo em crianças e parece ser entre quatro semanas antes do início da gestação e oito semanas depois.
De acordo com o CDC (Centro de Controle de Doenças americano), nos Estados Unidos, cerca de uma a cada 88 crianças nasce com autismo, estatística que tem aumentado nos últimos anos. As causas desta doença permanecem desconhecidas, limitando assim o diagnóstico, prevenção e tratamento.  

- Anemias megalobláticas, devido a uma carência em ácido fólico

- 
Para um rejuvenescimento da atividade intelectual de 5 anos e meio, em pessoas sadias de 50 a 75 anos, com tratamento de 0.8 mg por dia de ácido fólico, durante 3 anos,

- Doenças do fígado, acne, ditúrbios gastrointestinais

- Em caso de tratamento com metotrexato (por ex. em caso de artrite reumatóide, de psoríase) [aconselhado 1 mg de ácido fólico por dia ou 5 mg por semana; em caso de tratamento leve de metotrexato, como em caso de PR ou de psoríase, posologia em função da dosgem de metotrexato, veja com o seu médico)

- Alcoólicos - toxicomanos (em caso de carência em ácido fólico)

- Efeito positivo sobre a doença de Alzheimer

CARÊNCIA
- Espinha bífida em recém-nascidos: se a mãe não consumiu uma quantidade suficiente de ácido fólico durante a gravidez, anencefalia (em recém-nascidos), encefalocele (em recém-nascidos), anemia, distúbrios intestinais...

EXCESSO
- Nenhum problema conhecido, pouco risco de intoxicação, pois o ácido fólico é hidrossolúvel, ou seja, ele é bem eliminado pelas urinas.

OBSERVAÇÕES
O uso de ácido fólico durante a gravidez é prescrito e aconselhado por todos os médicos. No Brasil tem uma fortificação de farinhas de trigo e de milho com ácido fólico e ajudou a diminuir as malformações (espinha bífida, anencefalia).

- Estima-se que o ácido fólico age com as vitaminas B6 e B12 para controlar o nível sangüíneo de homocisteína, o que permite reduzir o risco de infarto e de AVC.

- O CDC (Centro de Controle de Doenças americano) recomenda a ingestão diária de 400ug de ácido fólico para todas as mulheres entre 15 e 45 anos. O consumo de ácido fólico reduz de 50 a 70% o risco de desenvolvimento de distúrbios cerebrais (incluindo o autismo) e malformações da coluna vertebral (espinha bífida) nos fetos em desenvolvimento.

Observação da redação: este artigo foi modificado em 15.07.2014.
Controllo di qualità
Última atualização:
15.07.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:



PUBLICIDADE

Comentários

30.07.2013 00:24
Re: Ácido fólico
Exelente
Gabriel de Olivera
30.07.2013 00:23
Re: Ácido fólico
Para o meu trabalho escolar foi exelente tirei nota máxima gostei muito do site
William
21.05.2013 05:09
Re: Ácido fólico
Tenho 50 anos, sou cardiopata,e hipertensa; e recomendado para que tome o acido folico.
neuza maria de sousa
24.02.2013 15:59
Re: Ácido fólico
começarei a consumir alimentos que contém o ácido fólico pois pretendo engravidar e desejo uma gravidez saúdavel.
janaina
Adicionar um comentário

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

5 informações essenciais sobre o infarto cardíaco em mulheres

Conheça 5 informações importantes sobre o risco de infarto do coração em mulheres.

Carência de vitamina D associada ao mal de Alzheimer

Estudo aponta que a carência vitamina D, produzida ao se tomar sol, pode causar o mal de Alzheimer.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 01.09.2014