Publicidade

Home » Plantas medicinais » Angélica

Angélica

Resumo

AngélicaPlanta medicinal com efeito espasmódico e tônico, utilizados principalmente em casos de espasmos digestivos e fadiga, na maioria das vezes apresenta-se como chá ou licor.

Nomes

Nome em português: angélica, aipo-selvagem, raiz-do-espirito-santo
Nome binomial: Angelica archangelica L.
Nome francês: Angélique, angélique vraie, angélique officinale, archangélique, herbe aux anges
Nome inglês: garden angelica
Nome alemão: Arznei-Engelwurz, Echte Engelwurz
Nome italiano: angelica
Nome espanhol: Angélica

Publicidade

Família

Apiaceae

Constituintes

Essência aromática (felandreno), cumarínicos, tâninos e resinas, estrogênio (nas raízes).

Partes utilizadas

Raiz (na fitoterapia).

Efeitos

Estimulante de apetite, tônico, antiespasmódico, carminativo (elimina os gases), diurético e sudorífico, amargo.

Indicações

Espasmos digestivos, indigestão, inchaço, amenorreia, cólicas menstruais, anorexia, fadiga (incluindo astenia).

Angélica

Efeitos secundários

Risco de alergias, a possibilidade de “alergia sol” em caso de exposição ao sol – fotosensibilidade (devido a cumarinas contidas na angélica), leia a bula antes da compra de uma preparação de angélica.

Contra-indicações

Gravidez, leia a bula antes da compra de uma preparação de angélica.

Interações

Nenhuma conhecida (em nossa opinião).

Preparações

Chá (infusão) de angélica

– Decocção

– Tintura

– Licor

– Vinhos medicinais

Onde cresce a angélica?

A angélica cresce particularmente bem no norte e no centro da Europa. Ela aprecia a sombra e a umidade.

Quando colher a angélica?

Nós colhemos as raízes (usado na fitoterapia) quando a planta tem mais de um ano, de preferência no outono.

Plante você mesmo!

Esta planta não gosta de sol pleno, ambientes quentes e muito secos, ela não suporta solos calcários (pH recomendado 6-7)

Instale esta espécie em um solo rico e fresco. Tendo em vista o tamanho da planta, evitando o cultivo em vaso.

Observações interessantes

– A angélica é uma planta nativa do norte da Europa, é bastante usado na ornamentação (decorativo) por causa de suas belas flores.

– Na fitoterapia é a raiz é a parte mais utilizada da angélica por suas propriedades antiespasmódicas, mas também contra a fadiga devido às suas propriedades tônicas. Esta é uma das poucas plantas medicinais que utilizada contra a fadiga sem conter cafeína (sabe-se que a cafeína nem sempre é o melhor caminho para tratar a fadiga).

– Na Idade Média a angélica era usada para afastar os maus espíritos e para lutar contra doenças muito graves como a peste. Devido ao seu uso seu nome foi dado, Angélica (Anjo) que permite você se salve da morte ou de maus espíritos.

– Durante a Idade Média, a angélica também foi usada contra a peste. Durante a Idade Média, a angélica também foi usada para curar as mordidas de animais raivosos.

– Encontramos a angélica especialmente em água de Melissa ou no licor francês Chartreuse.

Redação
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos: 
Fotolia.com

Atualização:
Este artigo foi modificado em 20.03.2019

Foto angélica

Angélica

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 27.04.2021

Publicidade