Publicidade

Home » Plantas medicinais » Vinca minor

Vinca minor

Resumo

Vinca minor resumoPlanta medicinal com ação adstringente e cicatrizante de feridas. Indicado principalmente para uso externo contra problemas na boca (aftas) e hematomas, utilizada muitas vezes na forma de decocção.

Nomes

Nome em português: Vinca minor, vinca-de-gato
Nome binomial: Vinca minor L.
Nome francês: petite pervenche, herbe à la capucine, violette des morts
Nome inglês: Lesser periwinkle, Dwarf periwinkle
Nome alemão: Kleines Immergrün
Nome italiano: pervinca minore

Publicidade

Família

Apocynaceae.

Constituintes

Alcalóides indólicos (vicamina, vicina,vincarubina), taninos, sais minerais, fitoesterol, vitamina C.

Partes utilizadas

Folhas secas.

Efeitos

Adstringente, diurético, depurativo, tônico, cicatrizante, possível efeito cancerígeno, estimulante da circulação cerebral.

Indicações

Uso interno (atualmente pouco utilizado e não recomendado, ver os efeitos secundários e observações)
-Problemas de oxigenação do cérebro, equimoses (hematomas)

Uso externo (por exemplo: bochechos, loção ou decocção)
Afta, gengivite, dor de garganta, hemorragias, secreção vaginal, hematomas.

Efeitos secundários

Risco de toxicidade para os rins e fígado (uso interno).

Contra-indicações

Nenhuma conhecida.

Interações

Nenhuma conhecida.

Preparações

– Decocção (não é recomendado para uso interno, utilizado externamente para bochechos, por exemplo)

– Loção

– Vinho

Onde cresce a vinca minor ?

A vinca minor cresce na Europa (incluindo nas montanhas) e na Ásia.

Quando colher ?

As folhas são colhidas na primavera ou verão.

Observações

No passado os remédios a base da vinca minor eram indicados para o contrele de problemas cerebrais devido a sua concentração de vincamina. Atualmente, parece que o ginkgo é preferido para aumentar a oxigenação do cérebro, ginkgo tem menos efeitos colaterais e riscos que a vinca minor.

Estima-se que o uso interno (chá, por exemplo.) da vinca minor possa ser tóxico para o fígado e os rins. Algumas fontes afirmam que esta planta pode ter efeitos cancerígenos. Como medida de precaução, é preferível utilizar apenas para uso externo. No passado, esta planta foi amplamente utilizada na medicina popular, incluindo o uso interno, por exemplo, contra a malária.

Foto

Vinca minor foto

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade