Publicidade

Home » Plantas medicinais » Melissa

Melissa

Resumo

Planta medicinal utilizada em uso interno como sedativo e digestivo, e em uso externo para tratar a herpes labial.

Nomes

Nomes em português: melissa, erva-cidreira, cidreira, “erva do mel de abelha”
Nome binomial: Melissa officinalis L.
Nome francês: mélisse
Nom inglês: Lemon Balm (Melissa)
Nome espanhol: melisa
Nome alemão: mélisse
Nome italiano: melissa

Publicidade

Família

Lamiaceae

Constituintes

Óleo essencial (citral, citronelal, geraniol), ácidos fenólicos, ácido rosmarínico (efeito contra herpes labial), ácido cafeico, triterpenos, flavonóides, taninos, substância amarga, mucilagem.

Partes utilizadas

Folhas secas (partes aéreas)

melissa-fotolia-juillet-2016

Efeitos da melissa

Uso interno (gotas, comprimidos):
Sedativo, calmante, espasmolítico, digestivo, sonífero, bacteriostático (para o óleo essencial)

Uso externo (pomadas):
Virustático (contra o vírus do herpes)

Indicações

Uso interno (gotas, comprimidos):
Problemas do sono, estresse, ansiedade, nervosismo, problemas digestivos, azia e queimação do estômagodoença de Alzheimer (aumento da memória, melhora na aprendizagem), bronquite.
A melissa possui efeito sobre a glândula tireoide (ver também as contras-indicações abaixo).

Uso externo (pomada):
Herpes labial, picadas de mosquito

Efeitos secundários

Desconhecemos

Contra-indicações

Em caso de hipotireoidismo ou de tratamento com hormônios tireoidianos (a melissa aumenta o efeito desses hormônios, note que com a interrupção da melissa, os sintomas desaparecem).

Interações

Desconhecemos

Preparações à base de melissa

Chá de melissa (infusão de melissa – infusão de erva-cidreira)

– Cápsulas à base de melissa

– Óleo essencial de melissa

Tintura de melissa

– Creme de melissa (contra a herpes labial)

Água de melissa

Xarope de melissa

Banho de melissa

– Vinho de melissa

– Protetor labial (contra a herpes labial)

Onde cresce a melissa?

Originária do Oriente, a melissa atualmente também cresce na Europa e nas Américas.
A melissa é uma planta perene. Esta planta necessita de um solo bastante úmido.

Quando colher as folhas de melissa?

As folhas da melissa são colhidas no verão (preferencialmente no começo). Para fazer um chá, é preferível colher as folhas da melissa antes da floração, pois após este período as folhas perdem um pouco do sabor e cheiro. É possível colher as folhas logo após a floração.

Plante você mesmo!

Planta fácil de ser cultivada, pode até mesmo se tornar invasora se deixar as sementes amadurecerem. As flores sem utilidades, dobre ao meio para remover aglomerados.
A espécie suporta viver em vasos.

melissa-2017

Observações

Eficácia da melissa (erva-cidreira):
Em sua indicação para uso interno, a melissa oferece certa eficácia contra distúrbios leves do sono e distúrbios digestivos de origem nervosa. É frequentemente associado na fitoterapia com valeriana e lúpulo por seu efeito calmante, especialmente contra distúrbios do sono e estresse. No entanto, uma edição especial da revista francesa Science & Vie sobre plantas medicinais publicada em julho de 2020 estimou que o efeito das folhas de melissa contra distúrbios do sono e nervosismo ainda não foi demonstrado, devido à falta de estudos científicos publicados. A tília, passiflora e laranja amarga não foram melhores consideradas pela Science & Vie contra distúrbios do sono e nervosismo (para passiflora também contra ansiedade), novamente por falta de estudos sérios publicados, citando em particular um trabalho de pesquisa datado de 2019 do jornal francês Prescrire, conhecido por sua independência.

– A melissa é caracterizada por um aroma próximo ao limão, na realidade o óleo essencial da melissa contém substâncias encontradas no limão, como o citral.

– Melissa em grego significa abelha, mas também é utilizada como primeiro nome.

Redação:
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Atualização:
Este artigo foi modificado em 20.01.2021

Fotos: 
Adobe Stock, Pharmanetis Sàrl

Fotos da melissa – erva-cidreira:

MelissaMelissa

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade