Publicidade

Micose das unhas

Definição

Micose das unhas resumoAs micoses das unhas ou onicomicose (onico quer dizer unha em grego) são geralmente causadas pela infecção das unhas dos pés (mais freqüente) ou das mãos, por um fungo microscópico. As micoses das unhas se desenvolvem principalmente em um ambiente úmido e quente. O fato de estar em ambientes populosos (duchas, piscinas, etc.) pode também favorecer o desenvolvimento das micoses das unhas. Você deve saber que as micoses nas unhas são frequentemente difíceis de tratar e levam meses ou até anos para conseguir um resultado satisfatório. As micoses nas unhas são mais frequentes ao nível dos pés que das mãos, pois os agentes infeciosos apreciam um ambiente úmido e a escuridão para se desenvolverem, condições particularmente próprias aos pés.

Epidemiologia

Estima-se que as micoses das unhas (onicomicose) afetem mais de 20% das pessoas com mais de 40 anos.

Publicidade

Por outro lado, esta infecção micótica permanece sendo muito rara em criança.

Causas

As micoses das unhas ou onicomicoses são causadas por fungos microscópicos que em geral, são dermatófitos (Trichophyton rubrum),  leveduras ou bolor.

Ressaltamos que para as micoses das unhas dos dedos dos pés, o responsável é na maioria das vezes (9 de 10 casos), um dermatófito. Para as micoses das unhas dos dedos das mãos, trata-se em geral, de uma levedurachamada Candida. O modo como a micose das unhas se desenvolve é geralmente muito relacionado, no início, à uma infecção micótica da  pele (e não na unha) que somente depois se estenderá às unhas. Por isso é importante ter unhas sempre limpas, para evitar para qualquer infecção micótica. Ressaltamos também que os traumatismos da unha relacionados à prática  de esportes como o futebol, o tênis, entre outros, podem fragilizar a unha, e com isso, favorecer o desenvolvimento das micoses das unhas. O diabetes é um fator de risco para as micoses que atacam as unhas.

Diagnóstico

O diagnóstico das micoses das unhas é difícil de ser estabelecido, mas é essencial para definir qual a melhor terapia para elas, pois cada terapia será escolhida em função do tipo de fungo causador da micose (leia em tratamento). Além disso, é preferível consultar um médico em caso de micose das unhas (sobretudo se você játiver experimentado algum tratamento mas não obteve bons resultados), pois apesar de ser raro, pode ser diagnosticado um melanoma subungueal (sob a unha) maligno. Neste caso preciso, será necessário uma cirurgia.

Sintomas

Os sintomas das micoses das unhas podem variar bastante: –  Podemos dizer que um dos sinais da micose das unhas pode ser a variação da cor da unha, pois esta pode ter uma parte opaca ou branca, ou outras cores como o amarelo, o verde, etc. – A unha pode também estar levemente descolada, falamos então de onicólise. – Em determinados casos, podem ocorrer variações da espessura da unha ou de sua textura (aspecto friável). – É possível observar também diferentes estágios nas micoses das unhas, desde uma pequena mancha até uma unha completamente estragada. O médico irá escolher o melhor tratamento em função do estágio da micose das unhas.

Tratamentos

Para tratar as micoses das unhas, o médico pode utilizar medicamentos para uso tópico (esmalte de unhas) ou oral(comprimido). Para aumentar a eficácia do tratamento contra as micoses das unhas, pode ser preferível combinar os medicamentosde uso tópico e oral. Notamos que o tratamento depende também do tipo de fungo causador da micose, por isso o médico lhe indicará qual o melhor tratamento, em função do seu caso. Aqui estão listados os medicamentos para tratar as micoses das unhas: 1.  Para uso tópico: – Esmaltes de unha à base de amorolfina, à venda sob precrição médica, útil e eficaz quando a matriz da unha (que permite o crescimento desta) não está estragada. A duração do tratamento à base de amorolfina  é de em geral,  6 meses a 1 um ano, sendo 1 ou 2 aplicações por semana sobre as unhas afetadas pela micose. Acredita-se também que os esmaltes de unha sejam eficazes em caso de infecção por fungos. 2.  Para uso oral:

Micose das unhas tratamento– Comprimidos à base, por exemplo, de terbinafina ou itraconazol, à venda sob prescrição médica. Os tratamentos orais são paticularmente recomendados quando trata-se de um caso avançando de micose das unhas (matriz atingida, micose em uma grande superfície da unha, …). No entanto, estes tratamentos podem ter efeitos colaterais ao nível do fígado. O seu médico irá lhe dar mais informações sobre este tratamento (contraindicações, riscos,…).

3.  Outros tratamentos:

Em alguns casos, o tratamento pode também consistir de medidas cirúrgicas, técnicas de raspagem, o uso de queratolítico (ácido salicílico, ureia)…

Existe também um tratamento à base de luz que expõe a micose nas unhas à ondas luminosas. Também conhecida como terapia fotodinâmica que utiliza medicamentos fotossensíveis (que reagem à luz). Esse tratamento é muitas vezes, caro e, está em fase de desenvolvimento, e aplica-se especialmente para casos graves ou de resistência à terapia convencional (forma tópica ou oral).

Pergunte a um médico qual o método mais eficaz para tratar a micose da sua unha.

Notas sobre o tratamento de micose nas unhas

– O tratamento das micoses nas unhas (especialmente as unhas dos pés) é frequentemente muito longo, de 12 a 18 meses, pois muitas vezes demora um tempo para a unha crescer inteiramente e, por conseguinte, atingir um tratamento 100% eficaz.

– Alguns dermatologistas acreditam que apenas os tratamentos orais são realmente eficazes. Pois os tratamentos sob a forma tópica não são eficazes no início de uma micose na unha (e muitas vezes, é tarde demais) ou quando a micose nas unhas é superficial.

Fitoterapia

É possível obter bons resultados em casos de micose nas unhas utilizando uma planta medicinal. No entanto, esta deve ser utilizada (em nossa opinião) em adição aos chamados “tratamentos convencionais”.

– A árvore do chá ou melaleuca (tea tree), a ser utilizada na forma externa (não ingerir). Aplicar da mesma maneira que um polimento de unha, 1 a 2 gotas de óleo essencial da árvore do chá 2 vezes ao dia sobre a unha afetada pela micose, fazer o tratamento durante 4 a 6 meses.

Prevenção

Micose das unhas dicas–  Cuide bem das suas unhas, pois uma unha estragada pode aumentar a probabilidade de desenvolver uma micose, uma vez que trata-se de uma porta de entrada para os fungos.

– Não deixe as unhas longas demais e tampouco as corte muito curtas.

– Seque bem os espaço entre os dedos dos pés (sobretudo entre o 3o e 5o dedo), pois é freqüentemente neste local que se desenvolvem as micoses dos pés. Utilize por exemplo, um algodão  entre os dedos para secar bem estes espaços. – Evite andar descalço em locais públicos úmidos (ducha, piscina…), utilize chinelos. – Lave as roupas (na máquina à 60°C ou mais) que estiveram em contato com as micoses e utilize eventualmente um produto anti-fungos na máquina. – Utilize roupas e sapatos que deixam a pele respirar, pois a transpiração excessiva favorece o desenvolvimento das micoses (dermatófitos). Você pode utilizar um spray anti- fungos nos sapatos. – Cuide bem da higiene e da qualidade da pele dos pés através do uso de pomadas especiais ou indo a pedicures. – Tome cuidado com as feridas e calos, pois estes pode favorecer a entrada de dermatófitos e, portanto, o desenvolvimento de micoses. – Fazer um escalda pé, por exemplo, com base em permanganato de cálcio (disponível em farmácias). – Utilize eventualmente meias sintéticas que ressecam mais os pés, em detrimento daquelas em algodão ou lã. – Troque regularmente de meias.

Dicas

– Outra ideia para se banhar os pés consiste em preparar uma mistura com uma parte de vinagre e 2 partes de água quente para em seguida mergulhar o(s) pé(s) com a(s) unha(s) afetadas durante 15 a 20 minutos. Fontes & Referências: Fontes: Pharmawiki.ch. Referências e literatura: “100 wichtige Medikamente” – Infomed (2020), Goodman & Gilman’s The pharmacological basis of therapeutics – 13th Edition – McGraw Hill Education. Redação: Xavier Gruffat (Farmacêutico) Última atualização: 14.10.2021 Créditos das fotos: Fotolia.com/Adobe Stock

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 14.10.2021

Publicidade