Publicidade

Queimadura solar

Resumo sobre queimadura solar

A queimadura solar, queimadura de sol ou eritema solar ocorre geralmente após a exposição solar, principalmente em crianças, pessoas de pele clara ou cabelo claro. Em dias nublados também é possível se queimar, pois os raios ultravioletas (UV), responsáveis pela queimadura, passam pelas nuvens.
pn-cdso-p-v-1-1

Publicidade

Aproximadamente 30% dos adultos, 70% das crianças e adolescentes relatam pelo menos uma queimadura solar durante o período de um ano (nos EUA). Apesar da maioria não ser severa, é importante evitar a queimadura solar, pois aumenta os riscos de:

câncer de pele (existem vários tipos de câncer de pele, a maioria é tratada facilmente, mas a queimadura solar aumenta o risco de desenvolver um tipo sério, o melanoma);

– problemas na visão (cataratas, que pode deixar uma pessoa sega);

– rugas e outras mudanças na pele relacionadas com o envelhecimento.

Alguns fatores como ter a pele clara, cabelos claros, estar em montanhas ou praias e tomar certos tipos de medicamentos (exemplo: doxiciclina), aumentam as chances de queimadura solar.

Vermelhidão
O primeiro sintoma a surgir é a vermelhidão, que aparece 3 a 5 horas após a exposição solar e ficando pior durante o período de 12 a 24 horas após a exposição. A vermelhidão geralmente é acompanhada de dor e ardência, seguida de descamação. Nos casos mais severos há dor severa, bolhas e insolação.

A seguir selecionamos algumas perguntas frequentes sobre queimaduras solares para ajudar-lhe a atender mais sobre esta afecção:

Posso tratar uma queimadura solar sozinho ?
As queimaduras solares leves a moderadas podem ser tratadas por você mesmo:
– Tome um analgésico livre de prescrição médica (como paracetamol, ibuprofeno, novalgina, entre outros).
– Utilize cremes, loções ou sprays para queimaduras solares, que geralmente contém aloe ou um medicamento calmante.
– Fique longe da exposição solar.
– Tome bastante água, pois muitas vezes a queimadura solar está acompanhada de desidratação.

Como tratar com fitoterápicos e remédios caseiros?
– Existem muitas plantas que são popularmente utilizadas para tratar queimaduras solares, mas que não possuem estudos e muitas vezes prejudicam mais a condição. As plantas que podem ser utilizadas sem preocupação são: aloe vera e calêndula.
– O número de remédios caseiros popularmente disseminados é ainda maior, mas como os fitoterápicos, muitos deles podem ser mais prejudiciais do que benéficos. Segue a lista dos quais recomendamos: gel de aloe vera, pomada de calêndula, compressa fria (água ou leite), amido de milho (em pó ou misturado com água gelada).

Quando procurar um médico?
O serviço de emergência médica (pronto-socorro) dever ser procurado caso a pessoa apresente um dos sintomas severos.

O que fazer para evitar os efeitos maléficos do sol?
Existem diversas formas, a primeira é evitar a exposição ao sol entre às 10 horas da manhã até às 4 horas da tarde, utilize protetor solar 15 a 30 minutos antes da exposição ao sol e a cada 2 a 3 horas, não esqueça no protetor labial, utilize boné ou chapéu, fique no abrigo de sombras e utilize óculos escuros.

Definição

A queimadura de sol, também conhecida como eritema solar em uma liguagem médica, pode ser definida como queimadura superficial de profundidade parcial ou ainda como inflamaçõe aguda da pele.

Alguns dermatologistas preferem o termo inflamação ao invés de queimadura solar, porque o processo biológico escondido atrás dessa condição é precisamente o tipo inflamatório.

Pesquisadores norte-americanos confirmaram esta hipótese, em julho de 2012. Estes têm de fato observado os danos da luz solar ultravioleta em uma pequena molécula de RNA dos queratinócitos de ratos (células da camada superficial da pele e que sintetizam queratina). Esta molécula modificada desencadeia uma reação em cadeia que leva a inflamação da pele.

Ocorre geralmente quando a pessoa fica exposta ao sol por muito tempo, mas também pode ocorrer em dias nublados ou em camas de bronzeamento artificial.

Nossa pele possui uma proteção natural do sol, a melanina, que é uma pigmento colorido, responsável pela aparecia da pele mais clara ou escura. Quanto menos melanina possuímos em nossa pele, mais clara ela e maior o risco de queimaduras solares.

As queimaduras solares têm duas fases:
1.  A epiderme fica avermelhada (há uma sensação de queimação, que lembra uma inflamação).
2.  A epiderme começa a descascar.

Albinismo (influência da melanina)
As pessoas com albinismo, com uma produção melanina reduzida ou nula, têm um risco significativamente maior de sofrer de queimaduras solares e câncer de pele.

Causas

A causa mais freqüente da queimadura solar é naturalmente, a exposição excessiva e/ou mal protegida aos raios ultravioletas do sol (UVA e UVB), que é uma luz invisível. Os raios UVB são de fato a principal causa de queimaduras solares.

sol-e-pele-uva-uvb

Algumas pessoas correm mais riscos do que outras, como as crianças (que possuem uma pele muito sensível) e as pessoas com pele clara (loiras ou ruivas), pois geralmente possuem menos melanina (molécula que protege a pele contra a exposição solar).

É importante saber que a intensidade do sol pode aumentar em 30%  na praia ou na montanha, devido ao aumento da reflexão dos raios UV sobre a areia, a água e a neve. É, portanto, necessário ampliar ainda mais a proteção nestes lugares. Também é necessário se proteger mesmo em dias nublados, pois os raios UV passam pelas nuvens, podendo causar queimaduras.

Outra maneira de ter queimadura solar é através de camas e cabines de bronzeamento artificial, que utilizam raios UV para produzir o bronzeado.

Determinados medicamentos, em especial as tetraciclinas (doxiciclina, minociclina), uma classe de antibióticos utilizada com freqüência em caso de problemas de acne podem favorecer o aparecimento das queimaduras de sol,  pois deixam a pele mais sensível. Falamos em fotossensibilidade. Caso esteja em tratamento com uma dessas substâncias, evite a exposição ao sol ou com um FPS superior a 25.

Outros medicamentos como também tornam a pele mais sensível a queimaduras solares, mas são raros os casos: antiinflamatórios não esterioidais (exemplo: ibuprofeno), quinolonas, furosemida, hidroclorotiazida (HCTZ) e fenotiazínas.

Sintomas

Câncer de peleApós uma exposição muito intensa ao sol, a pele (mais precisamente a epiderme) fica vermelha, dolorida, pode ocorrer ardência e coceira. Podem ocorrer algumas irritações em casos mais severos, como inchaço e formação de bolhas).  Febre, fadiga e dores de cabeça às vezes podem estar presentes.
Diferente de outras queimaduras, os sintomas da queimadura solar não são imediatos, geralmente a vermelhidão aparece entre 3 a 5 horas após a exposição solar, sendo o pior período após 12 a 24 horas. Esta primeira fase dura normalmente dois ou três dias, após esse período, a vermelhidão desaparece e a pele começa a ressecar e  descamar.

Os sintomas de queimaduras severas incluem: dor severa, bolhas e insolação. A insolação pode causar febre, dor de cabeça, náusea, vômito, confusão mental, visão embaçada e desmaios. Caso apresente algum desses sintomas, procure o atendimento médico de emergência (pronto-socorro).

É importante observar que apesar de o bronzeado estar na moda  hoje em dia, o excesso de exposição ao sol estraga e envelhece muito a pele.

Em um longo prazo, após muita exposição solar é possível desenvolver um câncer de pele dentre eles o melanoma, um tipo grave de câncer de pele e difícil de tratar. Além disso, a exposição solar pode também aumenta o risco de desenvolver cataratas (quando a película do olho se torna embaçada, podendo levar à cegueira). Portanto deve-se evitar tomar muito sol, principalmente nos horários mais perigosos, entre 10 da manhã e 4 da tarde.

Complicações

Apesar de um corpo bronzeado estar na moda e ser popular nos dias de hoje, a exposição repetida ao sol leva ao envelhecimento excessivo da pele.

Ter queimaduras solares, especialmente na infância, pode promover o desenvolvimento em longo prazo do câncer de pele (notadamente o melanoma). De acordo com um estudo de Harvard publicado em maio 2014, realizado com mais de 100 mil mulheres, aquelas que tiveram pelo menos 5 queimaduras solares entre as idades de 15 e 20 anos apresentaram um risco 80% maior de desenvolver melanoma alguns anos mais tarde.

Problemas oculares como a aparição da catarata, envelhecimento precoce com a formação de rugas também são complicações de queimaduras solares repetidas.

Deve-se evitar sempre queimaduras solares.

Tratamentos

O tratamento das queimaduras de sol consiste em proteger ou tratar a pele antes (1), durante (2) ou depois (3)  da exposição solar.

1.  Antes da exposição [prevenção], é importante besuntar a pele com protetor solar (com um fator de proteção mais elevado, se você fizer parte do grupo de risco).

2.  A reaplicação do protetor deve ser feita 15 a 30 minutos antes da exposição ao sol e a cada duas horas. É importante também evitar se expor ao sol nos períodos em que os raios ultravioletas estiverem mais fortes (entre 10h e 16h). Verifique qual o melhor protetor solar para sua pele: Escolha do protetor solar

3.  Se apesar das precauções citadas no 1. e 2., você ainda tiver uma queimadura, pode ser necessário tratá-la com cremes à base de hidrocortisona. Este é um antiinflamatório bastante eficaz (ver também em: definição de queimadura solar para compreender porque os antiinflamatórios são utilizados). Outros cremes, loções ou sprays para queimaduras solares também podem ser utilizados, ales geralmente contém aloe, um medicamento calmante ou diclofenaco (antiinflamatório).

4.  Compressas frias, como panos molhas dos com água fria, ajudam a aliviar a sensação quente da pele. Tomar um banho de água fria ou quente também é recomendado. Também é possível adicionar cerca de 1 quarto de xícara de bicarbonato de sódio a este banho, é particularmente recomendado se a extensão das queimaduras solares for grande.

5.  Se a dor for muito intensa, pode ser necessário tomar calmantes, analgésicos (paracetamol) ou antiinflamatórios não-esteroidais (AINES) como a aspirina ou o ibuprofeno. Estes medicamentos são mais úteis quando tomados assim que a dor aparecer, após 24 horas os benefícios começa a diminuir.

6.  Como as queimaduras de sol deixam a pele muito seca, é também aconselhado aplicar toda noite um creme hidratante (por exemplo, à base de uréia, uma molécula hidratante).

Caso você tenha uma queimadura solar severa, procure o serviço médico de emergência (pronto-socorro), para que eles possam avaliar se é possível o tratamento em caso ou se é necessário maiores cuidados.

Fitoterapia & Remédios caseiros

Fitoterápicos para queimadura solar:

Aloe– Em caso de queimadura de sol, o uso de pomadas ou loções à base de gel de aloe vera (babosa) pode ser bastante útil como cicatrizante, desinfetante e hidratante.
– A calêndula e a arnica, na forma de creme ou pomada, podem agir aliviando a dor associada a queimaduras solares.

Remédios naturais para queimadura solar:
Gel de aloe vera (Contra a queimadura solar, utilize um gel de aloe vera bem gelado, conserve ou armazene este gel na geladeira. Esfregue sobre a pele afetada pelas queimaduras solares a cada 2 ou 3 horas)
Pomada de calêndula
– Compressa fria (por ex. água gelado)
– Olhos e bochechas afetados. É possível aplicar saches de chá preto ou verde diretamente sobre as queimaduras solares, pois essas plantas são ricas em taninos. Simplesmente molhe os saches de chá com água gelada dos chás e aplique-os sobre a pele afetada dos olhos e bochechas.

Óleos essenciais
Os óleos essenciais como os de lavanda e camomila que possuem propriedades anti-inflamatórias  e podem ser eficazes no tratamento de queimaduras solares. Por exemplo, você pode preparar um spray contra queimaduras solares, misturando cerca de 250 mL de água com 16 gotas de óleo essencial de lavanda. No lugar da lavanda, você também pode usar a camomila ou a hortelã-pimenta. A última planta, rica em mentol, ajuda a esfriar a pele. Antes de aplicar, não se esqueça de misturar bem. Utilize várias vezes ao dia aplicando esta mistura diretamente sobre queimaduras solares, no entanto evite a área dos olhos.

Dicas

– A primeira dica é consultar um médico quando ocorrer febre ou quando as bolhas estiverem infectadas.

– Tome banho ou uma ducha de água fria. A água fria esfria a queimadura, mas também tem um efeito analgésico.
Também é possível aplicar à área afetada uma toalha embebida em água fria.
Evitar o uso de gelo (incluindo sacos ou pedras de gelo), porque a diferença de temperatura pode ser muito grande e levar a um ferimento da pele e até mesmo dos nervos.

– Besunte a pele de loções contendo vitamina E ou aloe vera, que tratam a pele irritada.

–  Evite os cosméticos, perfumes e outros medicamentos que podem provocar efetios secundários na pele (alergia) quando se expuser ao sol, como é o caso de determinados antibióticos.

– Consuma alimentos à base de cenoura: cenoura fresca, suco de cenoura. Esta também tem um efeito favorável como complemento de protetores solares.

– O calor, muitas vezes associado a uma queimadura solar leva naturalmente à desidratação, é essencial beber bastante líquido para prevenir e tratar uma queimadura solar. Prefira água e evite refrigerantes.

– Evite estourar as bolhas causadas por queimaduras solares. Além disso, se as bolhas estiverem presentes ao longo de uma grande área do corpo, consulte um médico. É importante saber que as bolhas agem como uma camada protetora limitando, principalmente, as infecções.

Prevenção

– Evite ficar exposto ao sol entre 11h e 15h, neste período a luz solar é mais forte.

– Fique sobre um guarda sol, árvore ou lugar com sombra.

Protetor solar ganha novas regras– Utilize protetor solar 15 a 30 minutos antes da exposição ao sol e a cada 2 a 3 horas, após suar ou entrar na água.

– Não se esqueça de usar protetor labial com FPS de pelo menos 30.

– A proteção de roupas como boné, chapéu, camisetas e calças, pode ser necessário para crianças e pessoas do grupo de risco.

– Utilize óculos escuros para evitar cataratas.

Fontes: 
Mayo Clinic

Redação:
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos: 
Fotolia.com/Adobe Stock

Atualização:
14.01.2020

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.01.2021

Publicidade