Publicidade

Home » Nutrição » Vitamina B12

Vitamina B12

vitamina B12 nutriçãoA vitamina B12 pertence às vitaminas conhecidas como hidrossolúveis, abaixo você encontrará todas as informações sobre esta vitamina.

Publicidade

NOMES

Nome em português: vitamina B12, cobalamina
Nome científico: vitamina B12, cobalamina, cianocobalamina

DOSE DIÁRIA

A dose diária recomendada é de:
– 3 a 6 µg.
Algumas fontes também falam de 2 a 6 microgramas (µg)

Até a normalização dos valores de vitamina B12, por exemplo, em pessoas que seguem uma dieta vegana (veganismo) ou vegetariana, uma dose inicial muito alta pode ser prescrita (1000 μg/dia)1.

NUTRIENTES QUE CONTÊM VITAMINA B12

– Fígado, carne, produtos lácteos (leite, ovos), peixe, frutos do mar e spirulina

EFEITOS

Age como coenzima na formação dos glóbulos vermelhos (eritrócitos), sua ausência provoca a anemia. Sua presença é também muito importante para a divisão das  células do tubo digestivo e do sistema nervoso.

INDICAÇÕES

– Para garantir o crescimento em crianças. Fadiga. Anemia (em certas situações), incluindo anemia perniciosa.

CARÊNCIA

Anemia perniciosa, distúrbios psiquiátricos (irritabilidade, distúrbios da personalidade, distúrbios da memória, demência , depressão), distúrbios neurológicos (parestesia,  fraqueza).

Principais fatores de risco para uma deficiência de vitamina B12:
– Uma operação como a gastrectomia, após uma síndrome de má absorção, uma cirurgia em casos de obesidade (ex. bypass gástrico).
– Uma dieta estritamente vegetariana (ou vegana).
– Tratamento de longo prazo com metformina (um antidiabético muito prescrito).
– Alcoolismo.
– Certas doenças autoimunes: tireoidite, Doença de Graves, vitiligo.
– Gastrite, acloridria (por exemplo, devido ao tratamento de longo prazo com inibidores da bomba de prótons – IBPs / anti-H2), infecção por Helicobacter pylori.
– Má absorção intestinal em geral.

Pessoas com risco de uma carência de vitamina B12:
– Pessoas idosas (com o envelhecimento a deficiência de vitamina B12 aumenta significativamente).
– Mulheres grávidas.
– Pessoas com anemia perniciosa.

Observações sobre a deficiência de vitamina B12:
– Os sintomas de deficiência ou carência de vitamina B12 podem ser sutis e difíceis de detectar até que um dano irreversível apareça no corpo, conforme observado em um artigo do Wall Street Journal de 12 de abril de 2017 sobre vitaminas.
– Estima-se que 5 a 20% da população mundial seja deficiente em vitamina B12, de acordo com um artigo do Wall Street Journal de abril de 2019. O jornal também especifica que o diagnóstico de deficiência de vitamina B12 nem sempre é fácil, pois os testes usados ​​pelos médicos muitas vezes não são confiáveis. Na Europa, um teste diagnóstico denominado Active B12 parece mais preciso, porque mede a concentração total de vitamina B12 no sangue e não no soro como a maioria dos testes diagnósticos, especialmente nos Estados Unidos.

EXCESSOS

–  É possível que um excesso de vitamina B12 favoreça a acne.
Um estudo de Junho 2015 realizado pela University of California Los Angeles (UCLA) nos Estados Unidos associou a vitamina B12 no aparecimento da acne. O estudo foi publicado na edição de 24 de Junho de 2015 na revista científica Science Translational Medicine, coordenado pelo dermatologista Dr. Noah Craft.

De acordo com os resultados do estudo, a vitamina B12 faz com que as bactérias normalmente encontradas na pele comecem a produzir agentes químicos que causam aparecimento da acne. A bactéria em questão, encontrada tanto em pessoas com e sem acne, é a Propionibacterium acnes. A diferença é que em pessoas com acne, essa bactéria tem metabolismo diferenciado. Os pesquisadores encontraram 109 genes que são mais ativos nas bactérias de pessoas com acne e 27 genes menos ativos.
Os pesquisadores deram suplementos de vitamina B12 para 10 indivíduos sem acne, e um deles desenvolveu acne 1 semana depois. Esse estudo fornece uma possível explicação para um fato que os cientistas já coheciam mas não entendiam o porquê, que a vitamina B12 causa acne. Ler mais

OBSERVAÇÕES

– O corpo não pode produzir vitamina B12, ela pode ser encontrada nos alimentos.
Por não comerem carne, os vegetarianos frequentemente consomem essa vitamina através de suplemento alimentar. No entanto, o leite é cada vez mais enriquecido com vitamina B12, então se um vegetariano consome leite regularmente, não deve apresentar uma deficiência desta vitamina.

– A vitamina B12 pode ser tomada na forma de injeção ou de pílula. Em alguns países, é preferida a forma injetável devido a razões de absorção, normalmente o médico vai injetar uma dose de carga seguida de doses mensais. Nos Estados Unidos a cianocobalamina também é comercializada na foram de spray nasal.
Muitas vezes o local onde a injeção de vitamina B12 é aplicada fica dolorido, por exemplo, as nádegas ou a barriga.

– É também possível tomar comprimidos contendo vitamina B12, especialmente se a vitamina já estiver estabilizada no sangue. Em outras palavras, geralmente começa-se com as injeções, em seguida, uma vez que a concentração adequada é atingida, pode ser possível utilizar os comprimidos de, por exemplo, 1000 microgramas de vitamina B12 por dia, particularmente na prevenção da doença Alzheimer.

– De acordo com um estudo publicado no final de 2013, as pessoas que tomam inibidores da bomba de prótons (IBP), como o omeprazol, e os antagonistas dos receptores histamínicos H2, como a ranitidina, para tratar azia ou refluxo gastroesofágico apresentam mais frequentemente uma deficiência de vitamina B12 do que as pessoas que não consomem esses medicamentos. Este estudo foi realizado por cientistas da divisão de pesquisa da Instituição Kaiser Permanente de Oakland na Califórnia, foi publicado em 11 de dezembro de 2013 no Journal of the American Medical Association (JAMA)

– De acordo com um estudo, tomar vitamina B12 pode ajudar a tratar o zumbido no ouvido em alguns pacientes com deficiência nesta vitamina.

Fontes & Referências:
Journal of the American Medical Association (JAMA), Pharmavista.net, The Wall Street Journal

Redação:
Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos: 
Fotolia.com

Atualização:
20.09.2020

Esta informação foi útil?

Fontes de rodapé:

  1. Pharmavista.net, site de referência na Suíça sobre medicamentos, site consultado em 26 de julho de 2020, artigo de 24 de julho de 2020
Observação da redação: este artigo foi modificado em 20.09.2020

Publicidade