Publicidade

Picadas de inseto

Definição

Picadas de inseto definicaoAs picadas de insetos são geralmente provocadas por mosquitos (incluindo o anopheles: tipo de mosquito que transmite a malária), marimbondos, vespas ou abelhas.
As picadas de insetos normalmente não oferecem conseqüências graves (elas são benignas), no entanto algumas pessoas alérgicas (cerca de 3% da população) devem ter um cuidado particular e e consultar um médico em determinados casos, como quando houver dificuldade para respirar. Em uma pessoa alérgica, o diâmetro da picada pode atingir 10cm e ficar bastante inchado, quando isso ocorrer é necessário consultar um médico com urgência.
A dor e os sintomas são causados pela injeção de substâncias (ex.: veneno) na pele humana pelo inseto.

Publicidade

Mulheres tendem a serem mais picadas por mosquito um pouco antes de menstruarem (um fenômeno relacionado a hormônios secretados no ar pela mulher antes de menstruar, que atrai mosquitos).

Causas

Os insetos (mosquitos, vespas, abelhas), picam para se alimentar ou para se defender.

– Os mosquitos fêmeas picam para se alimentar e retiram sua fonte de nutrientes no sangue humano através do despejo de saliva . As picadas de mosquitos provocam (fortes) coceiras no homem.

Observamos que determinadas peles são bem mais picadas do que outras, no entanto ainda não existem conclusões científicas que possam explicar esse fato. Supõe-se que isso ocorre devido a diferenças no suor (transpiração) de cada inívíduo, o que atrairia mais ou menos o mosquito.

– Os himenópteros: vespas, abelhas,… picam para se defender. É por isso que a excitação provocada por uma pessoa que tem medo de se picar pode gerar um aumento na freqüência das picadas. No entanto, ressaltamos que na maioria das vezes as picadas são fruto de uma casualidade. As picadas de himenópteros são em geral, muito dolorosas sobretudo quando ocorrem nos pés, no porém elas somem com o tempo. As pessoas alérgicas devem estar atentas à evolução da picada.

Sintomas

Os sintomas de uma picada de inseto são geralmente os mesmo de uma inflamação, isto é: vermelhidão, dor, calor e inchaço localizado. Uma picada de inseto deixa a pele vermelha, com coceira e dor.

– As picadas de mosquitos nos deixam principalmente com uma constante vontade de nos coçar.

– As picadas das vespas e as abelhas provocam em particular vermelhidão e inflamação na pele, associadas a uma dor, em geral muito intensa.

Lembrete: as pessoas alérgicas devem ter um cuidado especial e em determinados casos (como quando houver dificuldade para respirar) devem consultar imediatamente um médico. Existem tratamentos de dessensibilização das picadas de insetos, fale com o seu médico a respeito.

Na maioria dos casos, os sintomas deixados por picadas de insetos, desaparecem dentro de alguns dias, muitas vezes dentro de 24 horas.

Tratamentos

Distinguimos os tratamentos que vão agir na prevenção daqueles que vão agir na cura.

1. Tratamento preventivo das picadas de insetos (DEET,…)

Os tratamentos mais eficazes para prevenir as picadas de insetos (em particular os mosquitos e o anopheles) consistem em utilizar sprays, loções ou géis à base de DEET (dietiltoluamida).
Associada a outras moléculas (álcool,…), esta mistura forma um excelente repelente (= proteção anti-insetos, através do depósito de um filme sobre a pele, que impede a aderência dos mosquitos, isto é, ela vai repelir os insetos). Estes sprays são vendidos em farmácias e podem ser aplicados na pele como meio bastante eficaz de prevenção. É aconselhado aplicá-los sobre o corpo todo e reaplicá-los após um mergulho. Atenção, estes sprays não são indicados para crianças pequenas (com menos de 2 anos), pois a pele delas é muito mais fina e pode sofrer com algum efeito secundário. Para estas crianças, dê preferência a outras técnicas: vista a criança adequadamente e utilize um mosquiteiro.
Dito isto, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) (Centers for Disease Control and Prevention (CDC)) mencionaram em seu site, em julho de 2018, que os repelentes eram contraindicados em bebês com menos de dois meses e não menos de dois anos, portanto há diferenças entre regiões ou países. Consulte o seu farmacêutico e leia a embalagem.

– Um outro meio de prevenção consiste no uso de mosquiteiros ou sprays anti-insetos (à venda em farmácias, supermercados, etc.) , conhecidos como inseticidas (que matam os insetos) que contêm produtos químicos que exterminam os insetos. Nos Estados Unidos, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) mencionaram em seu site uma 5ª molécula, a 2-undecanona, como repelente eficaz.

– Observação: o uso de vitamina B1 já foi recomendado para prevenir as picadas de insetos, no entanto uma pesquisa recente excluiu a eficácia desta vitamina como repelente, portanto não utilize esta vitamina para este propósito!

Estudo científico sobre DEET, comparação com a citronela  
O produto mais eficaz para prevenir picadas de insetos, incluindo picadas de mosquitos, é o DEET (dietiltoluamida), de acordo com um estudo norte-americano. Embora o estudo tenha vários anos, publicado em 2002, no New England Journal of Medicine (DOI: 10.1056/NEJMoa011699), ainda é atual de acordo com o Prof. Stephen Gluckmann, da Universidade da Pensilvânia. Para o professor norte-americano e especialista em doenças infecciosas, entrevistado em julho de 2018 pelo Wall Street Journal (WSJ), trata-se do estudo comparativo mais completo. Neste estudo, os voluntários aplicaram na pele dos braços 16 produtos vendidos como produtos anti-mosquito. Em seguida, eles colocam seus braços em uma gaiola cheia de mosquitos. O melhor produto foi um que continha 24% de DEET, protegendo os voluntários por 301 minutos. Em comparação, o melhor produto contendo um produto natural, o óleo essencial de citronela, protegeu os voluntários por 20 minutos.
Na entrevista concedida ao WSJ em julho de 2018, o Prof. Gluckmann salientou outro ponto interessante sobre a segurança do uso do DEET, segundo ele, até o momento, não havia nenhum estudo confiável que mostrasse um efeito colateral do DEET além de uma reação alérgica.

De acordo com as autoridades europeias, existem três outras substâncias sem ser o DEET que atuam como repelentes de pele e espantam os mosquitos de forma eficaz. Estas substâncias são: a icaridina (picaridina ou KBR3023), o EBAAP (etil-butil-acetilaminopropionato ou IR3535) e o citriodiol (PMDRBO, obtida a partir da planta Eucalyptus citriodora).
Estima-se que estes 4 repelentes são eficazes durante um período de 2 a 5 horas após a aplicação, com variações, dependendo da concentração do princípio ativo e a temperatura exterior. (Fonte: Pharmavista.net, acessado 18 de julho de 2014).

2. Tratamento curativo das picadas de insetos

– Em caso de picada de vespa ou abelha, após retirar o ferrão com um pinça, desinfete a região (com álcool 70%, por exemplo, com gel ou creme à base de dexpantenol) e depois utilize uma pomada, um creme calmante (à base de um anti-histamínico ou de um anestésico local, como o polidocanol), ou aplique compressas geladas para diminuir a dor e a inflamação.

– Em caso de picadas de mosquitos, utilize cremes, géis, pomadas ou loções à base de um anti-histamínico (H1), de um anestésico local ou de um derivado de hidrocortisona, contra a coceira e a dor, (disponíveis em farmácias)
O uso de compressas geladas também pode ajudar a diminuir a dor e a inflamação e portanto, ser bastante útil.
A difenidramina (Benadryl®) é um medicamento anti-histamínico frequentemente usado por via oral, em comprimido, ou em forma tópica, como em creme ou gel, após uma picada por mosquitos ou insetos.

Fitoterapia

Observação: se você estiver com alguma viagem marcada para uma zona endêmica de malária (paludismo) ou de outras doenças tropicais graves (febre amarela), é extremamente aconselhado utilizar um repelente (proteção anti-insetos) à base de DEET (dietiltoluamida) e não um biorepelente à base de plantas (citronela, erva-cidreira), pois a eficácia destes ainda está totalmente comprovada.

Geralmente conhecidas como bio-repelentes, diversas plantas ou óleos essenciais exercem um leve efeito preventivo (não há comprovações científicas) sobre os insetos (ler a observação acima).

jbny-thym-serpolet

As plantas medicinais (à base de óleo essencial) mais utilizadas em spray ou e vapor (para utilizar em um quarto ou sobre uma mesa) são:

– a capim-limão, planta mais utilizada para este propósito.

– a erva-cidreira

– o tomilho

– a menta

– a lavanda

Observação: assim como ocorre com todos os óleos essenciais, existe um risco alérgico, portanto consulte um especialista para obter mais informações.

– A cebola (como terapia)

Dicas picadas de insetos

Prevenção

– Cubra-se ao máximo. Quando estiver muito quente, aplique repelente cutâneo nas áreas descobertas (leia tratamentos).

– Evite acender a luz nos quartos à noite (especialmente onde dorme) para evitar atrair insetos.

– Deve-se estar mais atento à noite, pois é neste período que os insetos, especialmente os mosquitos, são mais numerosos. Atenção, o mosquito da dengue pica também durante o dia.

– Quando for comer em lugares descobertos no verão, evite alimentos ou bebidas açucaradas, como refrigerantes, pois esses podem atrair vespas e abelhas. O ideal é cobri-los.

– Evite se perfumar em excesso, os insetos são atraídos pelo cheiro.

– Use roupas claras e folgadas, cobrindo bem o corpo. O uso de roupas muito escuras (preto) ou muito coloridas podeatrair insetos, especialmente os mosquitos.

– Você pode prevenir a vinda de mosquitos usando serpentinas (disponível em farmácias ou supermercados). Velas, lâmpadas e aparelhos de ultrassom parecem ser menos eficazes.

Malária (paludismo)

– A utilização de mosquiteiros contra os mosquitos ou anopheles (agente da malária) é uma das medidas mais eficazes contra os mosquitos, especialmente para crianças pequenas e bebês que não podem usar repelentes na pele. O ideal é impregnar os mosquiteiros com inseticida.

– Se você for viajar para uma área endêmica de malária (paludismo) ou de outras doenças tropicais graves (febre amarela e dengue) é altamente recomendado o uso de repelente (proteção anti-inseto) contendo DEET (dietil toluamida)e não a base de plantas (citronela e melissa).

Tratamento de picadas de insetos

– Após uma picada de inseto você pode usar vinagre, esfregue uma pequena quantidade na picada. A acidez do vinagre(pH baixo) pode exercer um efeito anti-séptico favorável.

– Para aliviar a dor, aplique frio (ex. Bolsa de gelo) por alguns minutos sobre a picada de inseto.

Fontes & Referências:
Mayo Clinic, Centro de Alergia Suíço, The Wall Street Journal, CDC Americano, The New England Journal of Medicine (DOI: 10.1056/NEJMoa011699), Pharmavista.net (site referência suíço de medicamentos).

Pessoa responsável e envolvida na escrita deste arquivo:
Xavier Gruffat (farmacêutico e editor-chefe da Criasaude.com.br).

Créditos das fotos: 
Criasaude.com.br, Fotolia.com.

Atualização:
Este artigo foi modificado em 22.02.2020

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 21.02.2020

Publicidade