Publicidade

Home » Plantas medicinais » Castanha-da-Índia

Castanha-da-Índia

Resumo

Castanha-da-ÍndiaPlanta medicinal utilizada em caso de pernas pesadas ou hemorróidas. Pode ser encontrada em cremes, cápsulas ou comprimidos.

Publicidade

Nomes

Nome em português: castanha-da-Índia
Nome binomial: Aesculus hippocastanum L.
Nome francês: Marron d’Inde, Marronnier d’Inde
Nome inglês: horse chestnut
Nome alemão: Rosskastanie
Nome italiano: ippocastano, castagno d’India

marron-inde-proche-fotolia_90883603_xs

Família

Hyppocastaniaceae

Constituintes

Triterpene saponinas [aescina], flavonóides. cumarina (da casca), saponina, antocianina (no revestimento da castanha)

Partes utilizadas

– Cascas e sementes (castanhas). Nota: o envelope da castanha é chamado de tegumento. Para seu efeito contra a insuficiência venosa (leia abaixo), são utilizadas as sementes, sob a forma de medicamentos processados ​​(por exemplo, comprimidos ou cápsulas).

marronier-inde-fotolia_118601692_xs

Efeitos

Aumento da resistência capilar, flebotrópico, adstringente, antiinflamatória, anti-inflamatório, anti-edematoso.

Indicações

Pernas pesadas, edemas, varizes, hemorróidas, equimoses, cãibras noturans, insuficiência venosa crônica (eficácia comprovada de acordo com a Cochrane, leia em Observações abaixo).

Castanha-da-Índia

Efeitos secundários

Coceira, sangramentos. Nota: Não ingira castanha-da-Índia, utilize somente as preparações prontas para uso.

Contra-indicações

Desconhecemos.

Interações

Anticoagulantes.

Preparações à base de castanha-da-Índia

– Comprimido

– Cápsulas

– Chá (infusão)

– Decocção

– Tintura -mãe

– Creme, loção ou gel

– Banho

Onde cresce o castanheiro da Índia?

A castanha-da-Índia cresce principalmente na Europa, Ásia e no norte do continente americano, como no Canadá ou nos Estados Unidos.
A castanha-da-Índia é originária da Ásia ocidental, principalmente da Turquia. Ela foi então introduzida na Europa no final dos anos 1500.

Observações

– A castanha-da-Índia é utilizada no tratamento de pernas pesadas, no entanto, a sua eficácia é questionada por alguns especialistas devido à falta de estudos conclusivos, ainda que o da Cochrane (leia abaixo) vá de encontro a essas críticas. Você também deve saber que é sempre difícil provar a eficácia de um remédio para sensações como as pernas pesadas ou doloridas, uma doença que também é questionada. No entanto, pode ser possível notar sintomas objetivos, como o volume das pernas e a presença de edema.
Outras medidas além da castanha-da Índia para as pernas doloridas podem incluir a prática regular de exercícios (promovendo a circulação sanguínea) e uma dieta saudável, especialmente rica em frutas e verduras. Descubra nosso arquivo completo sobre pernas pesadas ou doloridas

Estudo favorável
Um estudo de 2012 da Cochrane, uma organização de cientistas, mostrou que o extrato da semente de castanha-da-Índia é um tratamento de curto prazo eficaz e seguro para a insuficiência venosa crônica. No geral, este estudo mostrou uma melhora na insuficiência venosa crônica em termos de sinais e sintomas (por exemplo, volume das pernas e presença de edema) com este extrato de castanha-da-Índia em comparação com um placebo. Este estudo foi publicado em 14 de novembro de 2012 na Cochrane Library (DOI: 10.1002/14651858.CD003230.pub4). Ao citar este estudo, bem como outro de 2015 maior que o de 2012, também da Cochrane, e chegando às mesmas conclusões, os jornalistas de uma edição especial da revista francesa Science & Vie datado de julho de 2020, dedicada às plantas medicinais, estimaram ao falar em castanha-da-índia que a sua eficácia contra a insuficiência venosa foi comprovada cientificamente. A revista Science & Vie também publicou uma crítica favorável à videira vermelha (Vitis vinifera) também contra a insuficiência venosa.

– Não é possível consumir a castanha-da-Índia diretamente. Em outras palavras, a castanha-da-Índia deve ser transformada em medicamento ou preparação (ex.: creme). Não devemos confundir a castanha-portuguesa (Castanea sativa), que é comestível, com a castanha-da-Índia.

– Quando elas amadurecem, as castanhas mudam de verde para marrom.

– A castanha-da-Índia, sob a forma de medicamento, é amplamente utilizada e apreciada na Alemanha. Neste país, é uma das plantas medicinais mais utilizadas, assim como a ginkgo biloba e a erva-de-São-João (hipérico).

Fontes:
Science & Vie (França)

Redação:
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Atualização:
20.04.2019

Fotos: 
Fotolia.com/Adobe Stock – Pharmanetis Sàrl (Creapharma.ch)

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade