Publicidade

Hematomas

Resumo hematomas

Os hematomas ocorrem geralmente como consequência de um traumatismo, mas também podem surgir devido a problemas hematológicos (como problemas na coagulação do sangue, anemias), superdosagem de medicamentos anticoagulantes, entre outros. Distinguimos diferentes tipos de hematomas, como o do olho (“olho roxo”), da orelha, da unha, intracraniano.
O choque (traumatismo) leva ao rompimento de pequenos vasos sanguíneos (capilares) e ao acúmulo de sangue no local, o que faz surgir um hematoma.

Publicidade

No local do hematoma observamos uma dor, um inchaço, além da coloração específica azulada-avermelhada-preta.

As crianças (que se expõem com mais facilidade através de brincadeiras) e os idosos (que têm a pele mais frágil e podem cair com maior facilidade) são os que geralmente apresentam mais hematomas. Preste atenção nos hematomas em crianças e idosos, podem ser sinais de abuso e agressão.

O primeiro tratamento é aplicar gelo no local do trauma, logo após o choque, durante 5 minutos em intervalos de uma hora.

A maioria dos casos o hematoma reverte-se espontaneamente. Mas alguns cremes e pomadas podem auxiliar: cremes à base de arnica (planta), heparina (sobretudo em caso de equimose) ou polissulfato de mucopolissacar, em casos de pancadas.

É necessário consultar um médico em caso de hematoma no olho (“olho roxo”), na região dos testículos, na orelha (principalmente se houver aumento de tamanho), ou na região do crânio. Assim como nos ocaso o hematoma surja sem choque ou razão aparente ou quando houver sinais de infecção no local.

Definição

Os hematomas são lesões em órgãos e tecidos que ocorrem geralmente após um choque (traumatismo) que leva ao rompimento de pequenos vasos sanguíneos (capilares) e ao acúmulo de sangue no local. Quando os vasos sangüíneos que se encontram sob a pele sofrem um choque, o sangue começa a se difundir nos tecidos (hemorragia).

As lesões cutâneas são as mais comuns, seguidas das subcutâneas e musculares. Outros órgãos e tecidos podem ser afetados, como o cérebro.

Existem dois tipos de hematomas intracranianos, o epidural (entre as membranas que revestem /protegem o cérebro e o crânio) e o subdural (sangramento das veias que se encontram à volta do cérebro). Os sintomas iniciais são dor de cabeça e sonolência. Os hematomas subdurais podem ser reabsorvidos espontaneamente, já os epidurais requerem cirurgia. Os idosos são os mais susceptíveis aos hematomas intracranianos.

Os hematomas se caracterizam por uma cor azulada-avermelhada-preta (ver em sintomas para compreender melhor) sob a pele. Distinguimos os hematomas das equimoses, que são mais superficiais e cuja bolsa de sangue é menor.

Causas

– A maioria dos hematomas ocorre após um choque violento e/ou brutal, como um golpe (após uma briga), durante a prática de um esporte (futebol, por exemplo), ou ainda após um acidente (queda de objeto, acidente de carro).

– Em determinados casos, os hematomas podem ser causados por uma supedosagem de medicamentos anticoagulantes (antivitamina K por ex.) ou como conseqüência de doenças que afetam a coagulação sangüínea. Outras alterações hematológicas, como as anemias, também podem causar os hematomas.

– Dentre outras causas, os hematomas podem ser causados por uma cirurgia plástica como a lipoaspiração.

– Em casos raros, os hematomas podem ser um sinal de leucemia.

Grupos de risco

Os grupos de risco em caso de hematomas são principalmente as crianças (que se expõem com mais facilidade atráves de brincadeiras) e as pessoas idosas (que têm a pele mais frágil e podem cair com maior facilidade).

Preste atenção nos hematomas em crianças e idosos, pois são os principais sintomas de abuso e agressão. Nos idosos, também pode ser sinal de quedas devido à osteoporose ou a uso de determinados medicamentos, perda de sensibilidade nas exterminadas devido à diabete, visão prejudicada e até mesmo função mental debilitada.

Atletas de esportes de contato como futebol, handebol, rugby, artes marciais, entre outros, também apresentam hematomas freqüentemente.

Sintomas

Em geral, no local do hematoma observamos uma dor, um inchaço e uma coloração específica (ler abaixo), típica dos hematomas.

Cor dos hematomas

Os hematomas apresentam no início, lesões com uma coloração entre o azul, o roxo e preto e  um inchaço (após o choque). Após alguns dias o hematoma fica com uma cor mais próxima do verde, amarelo e marrom, e por fim ele desaprece e a pele retoma a sua coloração normal.

Os hematomas podem demorar alguns dias ou até um mês para desaparecerem, irá depender a gravidade/extensão e da capacidade do organismo da pessoa de regenerar os tecidos.

Distinguimos o hematoma “normal” (em um braço, por exemplo) dos hematomas localizados em determinadas partes do corpo, que podem precisar de uma observação maior, como:

– Na região do olho, falamos em “olho roxo”. Sempre que houver este tipo de hematoma é necessário consultar um médico.

– Na região da orelha: hematoma da orelha.

– Na região da unha: hematoma da unha.

– Na região do intracraniana: epidural ou subdural.

Diagnóstico

Os hematomas superficiais podem ser diagnosticados pelo médico através do toque ou após a análise do contexto em que este ocorreu(choque, acidente,…).

Em caso de hematomas profundos, o médico pode efetuar uma ecografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Complicações

As complicações dos hematomas dependem de vários fatores, como a sua localização.

– Em relação ao hematoma no olho (“olho roxo”), pode ocorrer um descolamento da retina ou uma hemorragia interna, portanto é importante consultar um médico em todos os casos de hematoma no olho.

– O hematoma da unha pode fazê-la cair.

– Intracraniano pode causar o aumento da pressão intracraniana e levar a problemas diversos como perda de consciência, paralisia de membros, entre outros. Muitas vezes é necessária intervenção cirúrgica para drenar o acumulo de sangue.

Notamos também, que os hematomas em geral podem infeccionar (superinfecção) ou comprimir um órgão vizinho. Em caso de complicações, sempre consulte um médico.

Quando consultar um médico?

É necessário consultar um médico em caso de hematoma no olho (“olho roxo”), na região dos testículos, na orelha (principalmente se houver aumento de tamanho), quando ele surgir sem choque (isso pode caracterizar uma doença da coagulação sangüínea), ou na região do crânio.

Caso sinta uma enorme pressão na parte do corpo machucada, especialmente se a área for grande ou muito dolorosa, pois isto pode ser devido a uma condição conhecida como “síndrome do compartimento”, O aumento da pressão sobre os tecidos moles e estruturas sob a pele podem diminuir o suprimento de sangue vital e oxigênio para os tecidos. Isto é potencialmente fatal e você deve receber atendimento médico de emergência imediatamente.

Também consulte um medico caso:

– o hematoma surja sem choque ou razão aparente (isso pode caracterizar uma doença sangüínea).

– houver sinais de infecção ao redor da área ferida, incluindo vermelhidão, pus, outra secreção ou febre.

Lista não exaustiva, se você tiver alguma dúvida, consulte um médico.

Tratamentos

Aplique gelo (bolsa de gelo ou embale-o para evitar queimaduras) ou compressas frias o quanto antes, diretamente após o choque. É fortemente aconselhado após o choque, aplicar compressas geladas durante 5 minutos, pressionando levemente a região. Isso ajuda a diminuir a difusão de sangue nos tecidos profundos.

A maioria dos casos o hematoma reverte-se espontaneamente, porem em casos de hematomas de grandes dimensões ou localizados em certos órgãos (por exemplo no cérebro), o médico pode eventualmente efetuar uma punção no hematoma para fazer o sangue sair.

Utilize cremes à base de arnica (planta), heparina (sobretudo em caso de equimose) ou polissulfato de mucopolissacarídeo (Hirudoid®) em casos de pancadas.

Antiinflamatórios (AINES) como o ibuprofeno, para limitar a inflamação e a dor.

Tratamento particular:
Em caso de hematoma na unha.
Na região de um hematoma sob a unha, o médico pode fazer um pequeno furo nesta, para fazer o sangue sair.

Fitoterapia

Existem algumas plantas medicinais interessantes para tratar os hematomas:

– a arnica: em creme ou tintura

– a sempre-viva: em creme

– a castanha-da-índia: em cápsula, comprimido ou decocção

– a videira vermelha: em cápsula, gel, creme ou infusão

Dicas

Como vimos na seção “tratamento dos hematomas”, é importante aplicar compressas de gelo o quanto antes, efetuando uma leve pressão no local da batida durante 5 minutos, isto irá diminuir o volume do hematoma.

Por ser causado principalmente por traumas, existem algumas recomendações que podem ajudar a prevenir os hematomas:

– Ensinar regras de segurança as crianças

– Em casa, tome cuidado ao subir escadas ou outros objetos e evite se apoiar com os pés ou joelhos sobre banquinhos e balcões.

– Utilize os equipamentos adequados para o esporte que você esta praticando, como joelheiras, caneleira, cotoveleiras, protetores de quadril, entre outros.

Redação:
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Atualização:
Este artigo foi modificado em 27.02.2020

Fotos: 
Adobe Stock

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 27.02.2020

Publicidade