Publicidade

Home » Medicamentos » Medicamento genérico

Medicamento genérico

Definição de medicamento genérico

Medicamento genérico Definição Um medicamento genérico é a cópia de um medicamento original (=princeps) cuja patente já foi descartada.
Quando um laboratório descobre uma molécula, ele faz a sua patente e a conserva por cerca de 20 anos. Estima-se que são necessários 10 anos para desenvolver um medicamento, desde o seu descobrimento até a sua comercialização.Da comercializaçãoaté o fim da patente sobram em média 10 anos para rentabilizar o medicamento. Passados os 20 anos desde o descobrimento da molécula, e portanto após cair a patente, outros laboratórios podem copiar o medicamento original, falamos então em genérico ou medicamento genérico.

Publicidade

Por quê um medicamento genérico é mais barato do que o original?

Oscustos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) de um medicamento genérico são muito mais baixos do que os do medicamento original, pois “somente” os custos da “encapsulação” da molécula (a ciência que estuda este fenômeno é a galênica) e do marketing (incluindo a venda) são necessárias para o seu desenvolvimento. Os custos da pesquisa e desenvolvimento (avaliados em 1,5 milhões de francos em 2007) foram financiados pela firma que comercializa o medicamento original (princeps), é por isso que os medicamentos genéricos, que não têm custos de P&D, podem custar 20% a menos que o medicamento original. Um medicamento genérico consegue ser ainda mais rentável que o original, mesmo sendo 30% mais barato.

Diferenças e pontos em comum entre um medicamento original e o genérico

O medicamento genérico não é 100% idêntico ao medicamento original.

Do ponto de vista químico (molécula paracetamol, por exemplo), os dois se assemelham, em contrapartida, em relação ao efeito do genérico, podem ocorrer diferenças,por exemplo, o efeito de um genérico pode ser mais rápido que o original, ou ele pode ser mais ou até mesmo menos eficaz. A ciência que estuda esses fenômenos é a farmacocinética ou biofarmácia.

Para ilustrar isso, podemos dizer que a relação entre um medicamento genérico e um original pode ser comparada a umarelaçãoentre irmãos do que gêmeos, pelo menos em relação ao efeito (biofarmácia).

Observamos que a maioria dos medicamentos apresentam diferenças pouco significativas para o paciente, isso permite que um médico ou farmacêutico indique um remédio substituto sem nenhum problema. Peça orientações a um farmacêutico para saber se você pode substituir o seu medicamento (você observa diferenças entre o original e o genérico), pois ele é o especialista em genéricos.

Notamos que toda pessoa pode substituir ela mesma um medicamento original por um genérico quando ela se automedica, sendo assim a substituição não é algo exclusivo dos especialistas (farmacêutico e médico).

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 14.10.2015

Publicidade