Publicidade

Dor de garganta

Resumo sobre dor de garganta

Definición de la ronqueraA dor de garganta é uma inflamação ao nível da garganta que na maioria dos casos, é benigna, mas muito dolorosa. No outono e no inverno uma grande parte da população é afetada pelo menos uma vez com dor de garganta (garganta inflamada). Ar seco e frio (no Sul do Brasil devido a variações de temperatura como São Paulo) são muitas vezes as causas.
Geralmente, as causas da dor de garganta são virais (na grande maioria) ou bacterianas.
Os sintomas da dor de garganta são frequentemente uma garganta vermelha que “queima” e fica irritada (sinais típicos de inflamação).

Publicidade

O tratamento da dor de garganta originada por vírus pode ser feito com medicamentos analgésicos e anti-infecciosos encontrados nas farmácias como, por exemplo, pastilhas. Quando a inflamação é causada por bactérias deve-se consultar um médico para esse prescrever antibióticos.

Medicamentos fitoterápicos e alguns remédios naturais podem curar a inflamação de garganta de maneira eficaz e alternativa como, por exemplo, a sálvia, o tomilho, a malva, o alcaçuz e remédios caseiros.

Para finalizar este resumo, aqui estão algumas boas dicas em caso de inflamação de garganta: beba muito líquido, coma alimentos líquidos, chupe balas, faça gargarejos, umidifique o ar.

Mais conselhos e explicações sobre dicas para a dor de garganta – Ler também: 10 dicas para fortalecer sua imunidade e resistência

Os antibióticos, não são automáticos em casos de dor de garganta

De acordo com um estudo publicado em outubro de 2013 nos Estados Unidos, na revista JAMA Internal Medicine, os médicos americanos prescrevem equivocadamente muitos antibióticos em caso de dor de garganta. Este estudo que analisou os registros médicos de 1996 a 2010, nos diz que médicos prescreveram um antibiótico para pacientes que sofrem de dor de garganta em 60% dos casos.

Os pesquisadores também analisaram a taxa de prescrição de antibióticos para a bronquite, neste caso a taxa levantada foi de 70%.

Sabemos que para dores de garganta e bronquite, a causa geralmente é viral, o que faz com que a utilização de antibióticos seja simplesmente desnecessária. Lembre-se que os antibióticos só são eficazes contra as bactérias.

No caso de dor de garganta, os antibióticos só são eficazes contra anginas de origem bacteriana como a amigdalite estreptocócica. De acordo com os pesquisadores que participaram do estudo, apenas 10 % das pessoas com dor de garganta apresentam uma angina bacteriana. Houve claramente prescrição excessiva de antibióticos.

Prescrever muitos antibióticos aumenta a resistência bacteriana aos antibióticos, o que é um grande risco à saúde pública. Milhares de americanos morrem a cada ano devido às consequências da resistência aos antibióticos, isto é, para certas doenças essas drogas não têm mais efeitos, as bactérias desenvolveram resistência. O problema é que menos de 50% dos americanos acreditam que a utilização excessiva de antibióticos é um risco para a saúde. Portanto, pode-se imaginar que muitos pacientes fazem ” pressão” sobre os médicos para receber antibióticos.

Finalmente, prescrever, muitos antibióticos também cria custos desnecessários para o sistema de saúde.

No passado, outros estudos também demonstraram uma taxa de prescrição de antibióticos excessivamente elevada em casos de sinusite.

Definição

A dor de garganta é muitas vezes uma inflamação na região das mucosas da garganta, o que gera uma sensação de cócegas, de “queimação” na garganta, dor (muito) forte e irritação.

A dor de garganta é na realidade um sintoma de uma outra doença (resfriado, alergia).

A boca e a garganta constituem quase sempre a primeira etapa para a entrada de corpos estranhos ou agentes infecciosos (vírus, bactéria,…). As dores de garganta são então em geral, o primeiro sintoma de um resfriado.

Transmissão da dor de garganta

A transmissão de uma dor de garganta pode ocorrer, por exemplo, pela tosse ou espirro de uma pessoa infectada, os vírus e as bactérias são transmitidos em pequenas gotículas de saliva. Mãos contaminadas também podem ser uma fonte de entrada para vírus e bactérias que causam inflamação.

Causas

A causa das dores de garganta é na maioria das vezes viral. Na verdade, as dores de garganta em geral cabem aos vírus do resfriado (rinovírus). As dores de garganta são então um dos sintomas (junto com a febre) do resfriado.

Vírus
Estima-se que existam cerca de 200 vírus diferentes que podem provocar um resfriado e, portanto, uma dor de garganta. A Covid-19 pode provocar dor de garganta. A mononucleose (causada pelo vírus Epstein-Barr) pode também ser uma causa da inflamação de garganta.

Publicidade

Bactérias
Em alguns casos, a dor de garganta pode ser causada por bactérias. Neste caso, após um diagnóstico médico, o médico irá provavelmente prescrever antibióticos. Você deve saber que uma dor de garganta causada por bactérias causam sintomas mais graves, em geral, mais dolorosos. Note-se que o vírus pode promover o aparecimento da dor de garganta causada por bactérias. Na verdade, os vírus devido ao seu grande número, enfraquecem o sistema imunológico, tornando esse menos eficaz, o que então, leva a uma entrada mais fácil de bactérias na garganta.

Micoses
As micoses (infecções fúngicas), como o sapinho (micose na boca), são outras possíveis causas de dor de garganta.

Outras causas
A dor de garganta pode também ser causada ou favorecida por um ar muito seco, pela fadiga (após um enfraquecimento so sistema imunológico), uma alergia, o tabaco (por exemplo a fumaça do tabaco, em um recinto), o estresse ou o nervosismo, uma faringite (inflamação da garganta), uma laringite, ou o simples fato de ter falado ou gritado muito. A Doença do Refluxo Gastresofágico pode também ser uma causa da inflamação de garganta.

Câncer na garganta
Esteja ciente de que em casos raros, uma inflamação de garganta pode ser um sintoma de câncer, particularmente câncer de garganta. O câncer de garganta, às vezes, causado pelo vírus HPV é mais propenso a se desenvolver em pessoas que fazem sexo oral sem proteção em múltiplos parceiros durante sua vida. Fumar e beber álcool são outras causas de câncer de garganta.

Sintomas

Os sintomas clássicos de uma dor de garganta são habitualmente:

– Garganta avermelhada com queimação e irritação (sinais típicos de uma inflamação)

– Dificuldade para engolir alimentos sólidos

– Outros sintomas típicos de um resfriado, como a febre ou o resfriado.

– Inchaço eventual dos gânglios linfáticos.

Rouquidão

Mau hálito

– Possíveis dificuldades respiratórias.

Em geral, a dor de garganta desaparece após 5 ou 7 dias.

Quando consultar?

A dor de garganta na maioria das vezes é benigna, ou seja, sem consequências graves para a saúde. Essas dores de garganta geralmente são causadas por vírus, como os dos resfriados. Às vezes, porém, a dor de garganta pode ser a causa de uma doença mais séria e grave. É aconselhável consultar um médico rapidamente nas seguintes situações1 :
– Início repentino de dor de garganta com febre, mas sem sinais de resfriado (isso pode indicar angina ou amigdalite)
– Se você tiver febre 1 a 2 dias após se sentir melhor.
– Se você desenvolver erupção cutânea
– Se você desenvolver articulações dolorosas
– Se você tiver dificuldade em respirar ou dor no peito
– Se sua urina estiver muito escura
– Se não conseguir engolir ou ingerir qualquer líquido
Observe que a lista acima não se destina a ser exaustiva. Em caso de dúvida, consulte sempre um médico.

Tratamentos

Os tratamentos clássicos contra as dores de garganta podem ser os seguintes:

1. Medicamentos à base de um anestésico local associado a um antisséptico. Estes medicamentos vão permitir acalmar a dor e desinfetar as mucosas da garganta.

Estes medicamentos são frequentemente utilizados em comprimidos para chupar ou em gargarejos.

2. Antálgicos, como aqueles à base de paracetamol, ibuprofeno ou AAS (Aspirina), estes antidor permitem sobretudo, completar a terapia em caso de fortes dores e febre relacionada às dores de garganta.

Fitoterapia

As plantas medicinais abaixo demostraram eficácia contra as dores de garganta:

Camomila, utilizada em gargarejos, infusão ou cápsulas.

Groselha, as bagas do cassis são utilizadas em pastilhas.

Altéia, utilizada em infusão ou pastilhas.

Malva, utilizada em infusão, pastilhas, gargarejos ou cápsulas.

Musgo-da-Islândia, utilizado empastilhas ou infusão.

Alcaçuz, utilizada empastilhas ou infusão.

Sálvia, utilizada em gargarejos.

Tomilho, (forte poder desinfetante), utilizado em cápsulas, infusão, xarope e óleo essencial.

Alho. Devido ao seu conteúdo de alicina, que pode agir como antibacteriano e antiviral. Consumir alho cru, por exemplo, em uma salada ou como suplemento alimentar (por exemplo, cápsulas).

thymus-vulgaris-pic-2016-fotolia

Remédios naturais

Infusão de sálvia

Dente de alho

Água salgada contra as dores de garganta

Dicas

– Beba muito líquido, incluindo chás de ervas (feito a partir da sálvia) e bebidas ou chá com mel. Beba muita água, ela também ajuda a curar uma inflamação de garganta. Com efeito, em caso de inflamação de garganta, a garganta fica seca e com pouco muco, sendo que esse tem um efeito protetor contra agentes infecciosos. Beber ajuda a reforçar o muco.

Uma ideia é dobrar seu consumo de líquidos durante a dor de garganta. No entanto, evite álcool e café, que possuem um efeito desidratante.

– Tome essencialmente alimentos líquidos (sopas) para diminuir a dor ao deglutir.

– Chupe pastilhas para a garganta, isso aumenta a secreção salivar e favorece a cura. Todavia, procure prestar atenção e respeite as indicações da bula do medicamento para não abusar.

– Evite comer alimentos muito ácidos ou muito salgados para não irritar a mucosa da garganta.

– Faça gargarejos (à base de infusão de sálvia, tomilho ou camomila, por exemplo).

– Trate-se com plantas medicinais ricas em mucilagens, em forma de infusões ou pastilhas.

– A tomada de uma dose importante de vitamina C (até 1 grama por dia), assim como zinco (4 a 5 pastilhas de zinco por dia, durante no máximo 5 dias) quando a dor de garganta esiver declarada permite reduzir pela metade a duração dos sintomas das dores de garganta.

– Proteja o pescoço e a garganta do frio com um lenço ou um cachecol, sobretudo no inverno.

– Umidifique o ar no quarto onde alguém dorme e no escritório (por exemplo, usando um umidificador, disponíveis em farmácias ou em muitas lojas).

– Em caso de dor de garganta evite falar demais ou cantar muito para não agravar a situação.

– Evite locais esfumaçados e se possível não fume enquanto estiver com dor de garganta (o tabaco tem uma ação muito irritante sobre a mucosa da garganta).

– Lave as mãos frequentemente com sabão (15 segundos), isso vai prevenir a transmissão para outras pessoas e evitar uma transmissão.

– Em caso de dor de garganta, tome cuidado para não tocar a área dos olhos, incluindo pálpebras. Porque o vírus da garganta pode causar conjuntivite. Evite, portanto, principalmente levar a mão à boca e, em seguida, ao nível dos olhos.

– Comer ovos cozidos durante uma dor de garganta pode ser uma boa ideia, pois eles são fáceis de engolir (deglutição pouco dolorosa) e são ricos em vitamina D e ômega-6. Duas substâncias que desempenham um papel positivo no sistema imunológico e podem agir contra a inflamação na garganta2.

Fontes:
JAMA Internal Medicine, Mayo Clinic, National Geographic

Redação: 
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos :
Fotolia.com

Update: 
20.05.2021

Esta informação foi útil?

Fontes de rodapé:

  1. National Geographic, Healing Remedies, edições de 2014 e 2018
  2. Revista americana Prevention, edição de março de 2021
Observação da redação: este artigo foi modificado em 20.05.2021

Publicidade