Publicidade

Home » Plantas medicinais » Erva-baleeira

Erva-baleeira

Resumo

Erva-baleeiraErva-baleeira : planta medicinal com um efeito anti-inflamatório e analgésico, utilizada principalmente em casos de osteoartrites, dores musculares, tendinites e contusões.

Nomes

Nome em português: Erva-baleeira, Maria-preta, catinga-de-barão, cordia, balieira-cambará, erva-preta, Maria-milagrosa, salicinia, Maria-rezadeira, camarinha, etc…
Nome binomial: Cordia curassavica (Jacq.), (sinonimos: Cordia verbenácea DC., Varronia verbenacea (DC.) Borhidi).
Nome francês: –
Nome inglês: Black sage, wild sage
Nome alemão: –
Nome italiano: –
Nome espanhol: bolita prieta, varita prieta (Chiapas), María Negra (Argentina), basura prieta (Venezuela)

Publicidade

Família

Boraginaceae

Constituintes

Artemetina, flavonoides, triperpenos, óleos essenciais (alfa-humuleno, transcariofileno).

Partes utilizadas

Folhas

Efeitos

Anti-inflamatório, analgésico, tônica e anti-ulcerogênica.

Indicações

– Dores musculares, nevralgias, contusões, tendinites

– Reumatismos, artrite reumatoide

– Gota

– Problemas gastrointestinais, como úlceras estomacais (ainda em estudo)

Erva-baleeira

Efeitos secundários

A aplicação tópica pode causar reações de sensibilização, faça um teste tópico em uma área pequena da pele antes de utilizá-la.

Contra-indicações

Pergunte ao seu farmacêutico.

Interações

Pergunte ao seu farmacêutico.

Preparações

– Infusão de erva-baleeira

– Spray e compressas da infusão de erva-baleeira

– Óleo essencial

– Crème

– Gel

– Extratos hidro-alcoólicos

Onde cresce a erva-baleeira?

Planta originária do México, América Central e América do Sul. No Brasil ela é mais abundante na costa sudeste do Brasil, principalmente em áreas da orla litorânea. Hoje em dia é possível encontrar a erva-baleeira em outros países tropicais.

Quando colher?

As folhas da erva-baleeira podem ser colhidas 1 anos após o plantio.

Observações interessantes

A erva-baleeira vem sendo utilizada há centenas de anos por povos tradicionais brasileiros em aplicações tópicas no tratamento de dores musculares, contusões e artrite reumatoide.

Esta planta está presente no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira como infusão para fazer compressas e pomada. Existem produtos fitoterápicos a base de erva-balleira registrada na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, do Brasil), com eficácia e segurança comprovadas.

Os princípios ativos desta planta identificados como sendo responsáveis pela ação anti-inflamatória são o alfa-humuleno e o transcariofileno. Entre outros mecanismos de ação, estas substâncias demonstraram inibir a expressão da proteína TNF-alfa, envolvida em processos inflamatórios.

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade