PUBLICIDADE
Brasil França Portugal Espanha Suiça francesa Suiça alemã Suiça italiana Italia
Registre-se | Conectar:
TwitterCriasaude no TwitterErrorAviso de errosPrintImprimir

Codeína

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

codeina

Resumo sobre a Codeína

Molécula antitussígena e analgésica, utilizada, respectivamente, contra a tosse seca ou contra a dor. Geralmente apresenta-se sob a forma de xarope ou em gotas.

Para mais detalhes veja abaixo ou no resumo.

Nome

Nome da molécula

A codeína nos  medicamentos em geral, se apresenta como um sal de codeína: ex. hemihydricus codeína fosfato

Nome químico da Codeína : 5R,6S – 7,8- dihidro-4,5-epóxi-3-metóxi-N-metilformina-6-ol (fonte : wikipédia)

Origem e aspecto químico

A Codeína é um alcalóide do ópio (que se encontra  na papoula) da classe dos opiáceos que se diferencia da morfina somente pela presença de um grupo metil acima do grupo hidróxi do átomo de carbono 3 do grupo benzil. Esse grupo metil possui uma vantagem em relação à morfina, ele diminui o efeito de primira passagem e aumenta assim a biodisponibilidade pela via oral.

Estima-se que 10% da codeína se transforme em morfina, sendo assim considerada como uma morfina ‘’ light’’. Devemos lembrar que, uma cada 15 pessoas não apresenta o efeito da codeína (metabolismo lento) e ao contrário 1 a cada 30 pessoas (metabolismo rápido),a codeína possui um efeito muito significativo. O excesso de codeína se transforma em morfina, causando efeitos indesejáveis.

Dosagem e Posologia

Dosagem da Codeína :

Varia de acordo com a indicação. Consulte seu médico ou farmacêutico para mais informações.

Por exemplo, contra a tosse seca para um adulto à dose inicial (por via oral) : 10 à 20 mg de codeína a cada 6 horas, e 10 à 30 mg de dose de manutenção.Contra a dor para um adultoà  a dose inicial (oral): 15 a 30 mg de codeína a cada 6 horas, e 15 à 60 mg de dose de manutenção.

Posologia da Codeína
Em geral,a codeína permanece no organismo de um adulto por 6 horas. Veja também a dosagem acima. Nota-se que a dose pode variar para cada pessoa, para tanto,consulte seu médico.

tosse codeina

Efeitos codeína

Antitussígeno (age reduzindo o reflexo da tosse por diminuição da excitabilidade do centro da tosse), analgésico ( a dose é maior do que para ação antitussígena).

Indicações codeína

Tosse seca, dor leve a moderada, laringite e diarréia.

Ler também: Estados Unidos: codeína continua a ser prescrita para crianças apesar dos efeitos adversos

Efeitos secundários da codeína

Constipação intestinal, náuseas, vômitos, problemas gastrointestinais, euforia, distúrbios do sono, depressão respiratória (raro com doses usuais, mas mais frequentes em criança. Nos Estados Unidos a codeína é estritamente contraindicada em crianças), dependência de codeína, sonolência, etc.

Ler também: Estados Unidos: codeína continua a ser prescrita para crianças apesar dos efeitos adversos

Contra-indicação da codeína

As pessoas dependentes de outros opiáceos (heroína, morfina) possuem alto risco de dependência de codeína, hipersensibilidade a codeína, tosse (tosse produtiva) após amigdalectomia. A codeína pode causar a morte em algumas crianças com uma anomalia genética, insuficiência respiratória (independentemente do grau, nos Estados Unidos é estritamente contraindicada devido a um alto risco de depressão respiratória, leia também a notícia abaixo), asma, gravidez, lactação.

Interações com a codeína

Possivéis interações com a Fluoxetina, medicamentos sedativos, narcóticos, neurolépticos, álcool, etc.

Sob que forma ?

Disponível em farmácias (OTC) ou prescritos na forma de comprimidos, xaropes, gotas (solução líquida).

O uso de codeína deve ser usado com cautela durante a gravidez e aleitamento materno

A codeína na gravidez

Como todos os medicamentos, durante a gravidez não é aconselhado a tomar uma  medicação a menos que seja prescrito pelo seu médico ou farmacêutico. Neste caso, consulte um especialista e leia o folheto informativo. De acordo com estudos, a codeína só deve ser tomada, se necessário (por exemplo, após 3 º trimestre de gravidez), mas em nossa opinião, nunca durante o primeiro trimestre da gravidez.

Aleitamento e Codeína : teoricamente é contra-indicado durante o aleitamento. Consulte um médico ou farmacêutico.

Dependência de Codeína

Entrevista realizada no dia 14 de novembro de 2007 com o Dr. Thierry Buclin, farmacologista da CHUV (Lausanne, Suíça), sobre o risco de dependência à codeína

Dr. Buclin, antes de tudo o que é a codeína ?

A codeína é uma substância derivada do ópio como a morfina, pois pertence à classe dos opiáceos. A codeína, quimicamente é muito semelhante à morfina, sendo na maior parte das vezes convertida em pequenas quantidades de morfina, o qual age como um analgésico leve. No entanto, nem todas as pessoas possuem enzimas capazes dessa transformação química. Por razões genéticas, em cerca de 1 a cada 15 pessoas, a codeína não apresenta praticamente nenhum efeito (Metabolismo lento). Por outro lado, em cerca de 1 a cada 30 pessoas (Metabolismo rápido) podem desenvolver um efeito extraordinariamente significativo.

Um número significativo de pessoas consomem a codeína em excesso, quais são os riscos físicos e psicológicos desse uso abusivo ?

Os riscos físicos são relativamente pouco perigosos  e consistem principalmente de constipação.

Já os  riscos psicológicos são mais problemáticos. Ocorre principalmente uma perda de liberdade do paciente, uma presença reduzida no mundo, uma certa indiferença para a sociedade. As pessoas dependentes em codeína muitas vezes são um pouco distantes e perdem seu espírito de luta. Um círculo vicioso pode então levar essa pessoa ao isolamento social.

Para uma pessoa dependente, qual conselho você dá, para essa pessoa ‘’se livrar’’ da codeína ?Devemos nos preocupar com o um vício em heroína ou cocaína?

Primeiro você deve saber que a dependência de codeína é menor do que a heroína ou a cocaína, essas drogas proporcionam um prazer mais intenso, tornando mais difícil fazer a pessoa "se livrar" destas substâncias.:

Um viciado em codeína deve, no entanto, considerar seriamente a parar de usar a Codeína. Por isso eu recomendo o regime de retirada do seguinte modo :

Primeiro passo, a conscientização por parte do viciado como a codeína afeta sua vida diária.

Reconhecer, ter o desejo de parar de utilizar a codeína. Identificar porque a codeína afeta negativamente a sua vida diária: a perda da liberdade, alto custo para adquirir a substância, perda de energia, ...

Preparar um cronograma de retirada específica, com redução gradual da dose, tal plano de uma semana: nos 2 primeiros dias retiramos ¾ da dose, no 3 º e 4 º dia retiramos mais da metade, etc. Um médico ou farmacêutico pode ajudá-lo a estabelecer este padrão de retirada. O médico também irá ajudá-lo quanto os sintomas físicos que geralmente aparecem com a retirada dessa droga,sendo esses geralmente dor e diarréia.

Por último, aplicar o terceiro programa. Através de sua própria vontade ou com a ajuda de um profissional de saúde.

As pessoas viciadas em codeína pode ser ex-viciados em heroína, mas também pessoas que começaram diretamente com a codeína, estes últimos são geralmente mais sensíveis à dependência.

Finalmente, se eu tiver uma tosse seca, o que você sugere como uma alternativa eficaz?

A eficácia dos antitussígenos (codeína, dextrometorfano,...) nunca foi tão grande, para suprimir a tosse, é usado ligeiramente para melhorar a condição da tosse. Você deve saber que o simples ato de tossir nem sempre requer tomar medicamentos para a tosse. Meu conselho ao tossir, especiamente no inverno (umidade baixa), é utilizar um umidificador no apartamento à noite.

Para resumir, a codeína deve ser usada somente em certos casos, por exemplo, quando uma pessoa tosse muito a noite, que o impede de dormir. Eu acho que a codeína deve ser consumida  com precaução, especialmente quando for usada por um curto período de tempo, mas eu não sou a favor de proibir o seu uso.

Ler também: Estados Unidos: codeína continua a ser prescrita para crianças apesar dos efeitos adversos

Observação da redação: este artigo foi modificado em 28.07.2014.
Controllo di qualità
Última atualização:
28.07.2014

Revisão médica da página:
Atualização (design, fotos, animações):


Correção de sintaxe, ortografia e gramática:


Ver também

PUBLICIDADE

Quickinfos top

Temas



Inscrição Newsletter


IMC

NOTÍCIAS

Extrato de espinafre diminui vontade de comer e ajuda na perda de peso

Um extrato de espinafre contendo membranas de folhas verdes diminui a fome hedônica em até 95%, e aumenta a perda de peso com 43%.

Junk food, gota e raquitismo em alta no Reino Unido

Especialistas alertam para o crescimento do consumo de junk food e doenças relacionadas, como gota e obesidade.

_________________________

Facebook

  

______________________

    farmavagas.com.br

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter !

© Criasaude.com.br


Última atualização do site: 17.09.2014