10 dicas para evitar as doenças mais comuns do verão

10 dicas para evitar as doenças mais comuns do verãoO verão é uma estação deliciosa na qual as pessoas se juntam com amigos e familiares para comemorar, viajar e irem à praia. Mas é nessa época que muitas doenças indesejáveis acontecem, grande parte decorrente das atividades ao ar livre praticadas com pouco cuidado. Leias as nossas dicas para evitar as doenças mais típicas do verão e aproveitar o máximo dessa estação.
1. Não coma tudo o que vê pela frente. Isso principalmente se aplica às comidas vendidas na praia. A grande maioria delas não está adequadamente conservada, de forma que a proliferação de bactérias é grande e rápida. Comer alimentos sem saber a procedência pode levar a diarreias, disenterias e problemas intestinais. Procure restaurantes ou lanchonetes que você conhece bem.
ATENÇÃO: além das doenças citadas, o consumo de comidas contaminadas pode causar hepatite A.


2. Beba bastante água. O verão é uma estação muito quente e a desidratação é muito frequente. As pessoas ficam horas debaixo do sol e se esquecem de se hidratar. Beba, pelo menos, 3 litros de água por dia. Evite bebidas adoçadas como refrigerantes ou sucos de frutas.

Protetor solar ganha novas regras3. Evite longas exposições ao sol. A insolação talvez seja um dos problemas mais frequentes do verão. Muitas pessoas passam horas tentando pegar um bom bronzeado, mas se esquecem que o sol, além de bronzear, também queima. Evite longas exposições ao sol, mesmo com o uso de protetores solares de alto fator de proteção. Tome sol nos horários indicados e evite o mormaço. Para mais dicas de como ter um bronzeado perfeito no verão, leia nossa página.
ATENÇÃO: proteja também os olhos com óculos solares com proteção contra raios UVA e UVB.

4. Cuidado com a qualidade das praias. Muitas delas não são próprias para banho devido à grande poluição das águas. Nadar nesses locais pode trazer diversas doenças, como problemas gastrintestinais (diarreia, disenteria), doenças de pele (micose de pele, brotoejas), problemas nos olhos (conjuntivite), no cabelo (seborreia, caspa), etc. Sempre cheque o nível de poluição da praia ao planejar sua viagem.
ATENÇÃO: evite, inclusive, ficar na areia, pois elas também são contaminadas.


5. Cuidado com os animais marinhos. O número de queimaduras por águas-vivas e outros cnidários aumenta muito no verão. Algumas delas podem ser muito graves e por em risco a vida das pessoas. Cheque se a praia que você vai não é local de reprodução de animais marinhos. Caso você tenha uma queimadura leve por água-viva, leia como tratar com nosso remédio caseiro.

10 dicas para evitar as doenças mais comuns do verão6. Cuidado com afogamentos. Esse é um problema particularmente grave, pois os casos de afogamento são fatais. Evite praias cujo mar seja bravio ou piscinas muito fundas. Sempre cheque se há salva-vidas por perto e instrua as crianças a tomarem cuidado.
ATENÇÃO: evite nadar ou entrar no mar depois de beber. O álcool altera os sentidos e aumenta o risco de afogamentos.

7. Evite esportes radicais se você não tem prática. Praticar uma atividade física sem conhecimento pode levar a diversos problemas, desde leves fraturas, entorses e contusões até traumas graves que podem levar à paralisia e morte. Sempre pratique atividades com equipamentos adequados e instrutores devidamente treinados.

8. Evite acidentes de trânsito. Nas férias, é comum as pessoas beberem e dirigirem. O número de acidentes aumenta drasticamente durante os feriados. A melhor coisa a se fazer é não dirigir se beber.
ATENÇÃO: pedestres também devem tomar cuidados e sempre respeitar as leis de transito, como atravessar nas faixas de pedestre no sinal favorável.

9. Cuidado com a dengue, zika e chiungunya. Além do calor, o verão é uma estação muito úmida, com muita chuva. A dengue se reproduz em locais de água limpa e parada. Evite a dengue tomando cuidado para que a água não se estagne por muito tempo. Para dicas de como evitar essa doença, leia nosso site sobre dengue.

Entenda melhor o que é a febre chikungunya, de acordo com os estudos mais recentes

10. Evite a micose. A pele úmida é o habitat ideal para a proliferação do fungo causador das micoses de praia. Seque-se bem após o banho e sempre tome banho caso transpire em excesso. E mais uma vez: evite nadar em praias poluídas ou piscinas públicas. Estes são os principais locais onde as pessoas se contaminam.
ATENÇÃO: suor e umidade retidos no corpo podem causar outras doenças de pele, como as brotoejas.

Aproveite o máximo do verão com saúde seguindo essas dicas.

Ler também:
Observação da redação: este artigo foi modificado em 26.11.2016