Publicidade

8 fatores que favorecem as ondas de calor

MenopauseAs ondas de calor (flushings) são frequentes na menopausa, atingindo quase metade das mulheres, de acordo com um estudo de 2015. Em casos mais severos, medicamentos como os hormônios de substituição (THS) podem ser recomendados, entretanto, por vezes alguns hábitos adquiridos possibilitam reduzir os flushings e melhorar consideravelmente a qualidade de vida.
É preciso saber que para a maioria das mulheres atingidas, a duração destas “ondas de calor” é de mais de 7 anos, um período relevante.
Para sermos mais precisos, os “calorões” levam o nome “Sintomas Vasomotores da Menopausa”, dentre os quais estão incluídos os episódios de transpiração noturna. Neste dossiê nós simplificaremos ao falar simplesmente de ondas de calor.

Publicidade

A seguir 8 fatores que podem desencadeá-las e que devem ser levados em conta nos casos de ondas de calor.

1. Álcool. Aconselha-se reduzir o seu consumo na menopausa.

Beba de 1 a 3 café2. Café. Tal como o álcool, o café poderia favorecer as ondas de calor. Devendo seu consumo ser reduzido, sobretudo, à tarde e à noite.

3. Quarto de dormir demasiado quente. É preciso evitar dormir em um quarto quente demais. Sabe-se que as ondas de calor ocorrem com maior frequência à noite e que uma temperatura demasiado elevada favorece a transpiração, especialmente a noturna.

4. Pratos e bebidas quentes demais. Privilegie preparações e bebidas mornas ou frias, sobretudo, na refeição noturna.  Vale lembrar que uma mulher terá tendência a ganhar peso na menopausa, período em que se tratará notadamente de reduzir o seu consumo de açúcar, ainda com maior ênfase à noite.

5. Cigarro. O tabagismo é um fator desencadeador das ondas de calor, será simplesmente necessário parar de fumar. No início de 2016, um estudo com base nos dados da OMS mostrou que o número de mulheres portadoras de câncer de pulmão na União Europeia tinha aumentado nos últimos anos. Outra razão para se parar imediatamente de fumar, banindo este verdadeiro tóxico da vida das mulheres (e dos homens também, é claro).

Publicidade

6. Pratos fortemente temperados. Se você estiver sofrendo com ondas de calor, se possível, é preciso renunciar às pimentas e outros temperos mais fortes. É algo conhecido o fato de os temperos favorecerem a transpiração.

7. Estresse. Utilizar técnicas de relaxamento e fazer exercícios regularmente são dois meios eficazes para reduzir e melhor lidar com o seu estresse. A prática de exercícios e de esporte é particularmente aconselhada. De acordo com um estudo, as mulheres que praticam esportes com frequência têm menos ondas de calor e a sua duração é mais curta.

8. Roupas demasiado quentes e sintéticas. Evitar usar roupas quentes demais, assim como aquelas de material sintético, como o nylon. Privilegie roupas mais leves, como aquelas em algodão.

Finalmente, não esquecer de se alimentar de forma sadia. Um estudo publicado na revista especializada Menopause, em 2012, mostrou que mulheres na pós-menopausa que se alimentava com muita fruta, legume e cereal apresentavam diminuição de peso e também sentiam menos ondas de calor.

E um conselho final, durante as ondas de calor mais intensas, aplicar bolsas de gelo sobre o corpo, sendo igualmente possível tomar uma ducha fria ou se molhar com água fria. O objetivo é tornar o seu ambiente o mais frio possível.

03.12.2016 (Update). Por Xavier Gruffat (farmacêutico).

Ler também:
Pub.
Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.12.2016
Ler também: