Cultivo de manjericão em vaso | Criasaude

Cultivo de manjericão em vaso

O manjericão (Ocimum basilicum) pode ser facilmente cultivado em vasos no jardim, na varanda ou no peitoril da janela, mas é importante conhecer algumas dicas para cuidar bem desta planta delicada e sensível.

Compra em vaso, para dividir

A maioria de nós comprará manjericão já no vaso no comércio. O problema é que, por motivos de marketing, o vaso inclui várias plantas. Essa alta densidade, agradável aos olhos, não é ideal para o bom desenvolvimento do manjericão.
Uma ideia é simplesmente dividir o vaso em 4, deixar no vaso 1 quadrante de plantas e replantar as outras 3 partes em 3 vasos novos. O ideal seria ter uma planta (um caule por vez) por vaso. Não se esqueça de colocar cascalho no fundo do vaso para drenagem e depois encher com terra ou adubo.

Tamanho do vaso e transplante

O tamanho do vaso é importante. É sempre necessário que o vaso esteja de acordo com o tamanho do manjericão. Por exemplo, se o manjericão é pequeno, ele necessitará de um pequeno vaso que permitirá que toda a água da rega seja bem absorvida pela planta. Se o manjericão ficar grande com raízes importantes, será preciso um vaso maior. Isso significa que o manjericão deverá ser transplantado, se ele se desenvolver bem, sempre para um vaso maior.

Rega

É necessário regar sem excesso, isto é, de maneira moderada. No verão, recomenda-se regar apenas a cada 10 dias. É importante a terra secar entre as regas.

Sol e Exposição

O manjericão aprecia sobretudo a sombra parcial, o sol direto não é a melhor solução. Por outro lado, a sombra total também não é recomendada, pois o manjericão precisa de várias horas de luz solar direta todos os dias, pelo menos 4 horas.

Frio e vento

O manjericão não suporta bem o frio, abaixo de 12°C as folhas ficam amarelas. O manjericão também é sensível ao vento, por isso deve estar bem protegido do vento.

Floração e poda

Na Europa e na América do Norte, a floração geralmente ocorre de junho a setembro, no Brasil, na região de São Paulo, entre dezembro e fevereiro. É aconselhável cortar as flores (inflorescências) para permitir que as folhas sejam maiores e cresçam bem. Se um manjericão ficar exposto diretamente ao sol, produzirá mais flores e menos folhas.

Muda de manjericão

Realizar a muda, deixando enraizar em um copo com água, é um método muitas vezes mais fácil do que semear. A muda do manjericão é muito simples. Basta cortar um caule mantendo apenas algumas folhas no topo e mergulhá-lo em um pequeno copo de água, mantendo as folhas fora da água. Deixe este copo de água em boa exposição solar por 2 a 3 semanas. Depois de 1 a 2 semanas, você verá que o manjericão já formou raízes. Uma vez que as raízes estão grandes e bem desenvolvidas, você pode plantar o manjericão em um vaso pequeno, não se esqueça de colocar cascalho no fundo do vaso para drenagem e depois encher com terra ou adubo.
A muda é muito útil para fazer uma planta de manjericão durar muitos meses ou mesmo anos.

Cultivo de manjericão durante todo o ano

É possível cultivar o manjericão durante todo o ano no interior da casa, deixando-o em uma janela. A planta deve estar bem exposta ao sol. É importante, no entanto, que se coloque somente uma planta (um caule) por vaso e que se troque para um vaso maior de acordo com o crescimento do manjericão, isto é, transplante sempre que necessário. Você pode fazer mudas (leia acima) da planta para fazer o manjericão durar por anos. De acordo com as nossas informações, as folhas jovens de manjericão (de somente alguns meses) costumam ter um sabor melhor do que o manjericão com muitos meses ou mesmo anos.

Cultivo em um jardim

É bem possível cultivar manjericão em um jardim, porém, espace bem as plantas para que cada uma se desenvolva bem.

Suplemento herbal comum pode causar interações medicamentosas perigosas com drogas de prescrição

20.09.2018 – Por Xavier Gruffat (Farmacêutico). Foto: Fotolia.com


Observação da redação: este artigo foi modificado em 20.09.2018