12 alimentos que previnem o câncer de mama

11 alimentos que previnem o câncer de mamaSÃO PAULOOutubro é o mês de luta mundial contra o câncer de mama, sendo, por isso, conhecido como “Outubro Rosa”. Anualmente, milhares de mulheres ao redor do mundo são diagnosticadas com câncer de mama. Em 2013, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimou cerca de 53 mil novos casos da doença, uma média de quase 53 casos a cada 100 mil  mulheres. Para o ano de 2016 foram estimados 57.960 casos novos, que representam uma taxa de incidência de 56,2 casos por 100.000 mulheres.
A prevenção é uma etapa importante no combate ao câncer de mama. Embora nem todos os fatores que levem à progressão da doença sejam conhecidos, sabe-se que a alimentação desempenha um papel importante tanto na prevenção quanto na promoção da doença. Pensando nisso, o Criasaude criou uma lista de alimentos e hábitos alimentares que ajudam a prevenir o câncer de mama.


Salmão1. Peixes ricos em ômega-3 e ômega-6. Peixes como sardinha, salmão, truta, bacalhau e outros peixes de águas frias são ricas em ácidos graxos essenciais, os chamados ômega-3 e ômega-6. Esses componentes reduzem o mau colesterol (LDL) e elevam a taxa do colesterol bom (HDL), além de reduzirem também os triglicerídeos. O colesterol elevado é fator de risco para desenvolvimento do câncer de mama, além de causar outras doenças do sistema cardiovascular.

2. Cereais. Os cereais integrais como a aveia, linhaça, chia, quinoa, etc, são também ricos em ácidos graxos poli-insaturados que reduzem o LDL. Além disso, esses alimentos são excelente fonte de fibras que reduzem a absorção de gordura, ajudam a eliminar toxinas e melhoram o trânsito intestinal. O acúmulo de toxinas e radicais livres no corpo é um dos fatores associados ao dano celular que leva ao desenvolvimento do câncer.

3. Frutas vermelhas. Morango, amora, mirtilo (blueberry) e framboesa são excelente fonte de antioxidantes que eliminam os radicais livres do organismo. O acúmulo de radicais livres causa danos ao DNA das células, levando a mutações que provocam o câncer. O consumo diário de frutas vermelhas é recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

4. Cenoura. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mulheres que consumiram cenoura constantemente reduziram o risco de desenvolvimento de câncer de mama em até 17%. A cenoura é rica em beta-caroteno e precursores da vitamina A, esses nutrientes agem como antioxidantes e protegem o DNA da célula contra lesões que causam o câncer.

5. Brócolis. Esse vegetal é rico em sulforafano, componente que elimina carcinógenos do organismo. Além de prevenir o câncer de mama, o brócolis também é indicado na prevenção de diversos outros cânceres. Além disso, o vegetal é rico em vitaminas, minerais, fibras e tem baixas calorias.

6. Cogumelos. De acordo com um estudo publicado em 2010 na revista científica Nutrition and Cancer, o consumo de cogumelos está associado a menor taxa de desenvolvimento de câncer de mama em mulheres na pré-menopausa. O efeito é associado à presença do antioxidante L-ergotioneína que garante proteção contra o câncer.


Romã7. Romã. Segundo pesquisadores do Beckman Research Institute, nos Estados Unidos, as sementes da romã são ricas em ácido elágico. Esse componente parece inibir enzimas que desempenham papel na geração do câncer de mama. Além disso, a romã é rica em anti-oxidante e flavonoides.

8. Feijão e lentilha. Um estudo feito com mulheres americanas de ascendência asiática mostrou que o consumo de lentilhas e feijão reduz o desenvolvimento de câncer de mama. Essas leguminosas são ricas em folato, fibras, ferro e outros nutrientes que ajudam a manter a saúde das células.

9. Espinafre. Mulheres na pré-menopausa que consomem espinafre regularmente têm menos incidência de câncer de mama, de acordo com o estudo publicado no American Journal of Epidemiology, em 2011. O efeito protetor é associado ao folato e à presença de vitamina B.

10. Ovos. Esse alimento barato é rico em colina, e é associado a 24% de redução de câncer de mama de acordo com um estudo feito em mais de 3000 mulheres. A colina também pode ser encontrada em peixes, frango, carnes, trigo e no brócolis.

Carpaccio de tomate-ananas11. Tomate. Um estudo americano publicado no início de 2014 mostrou que a adoção de uma dieta rica em tomates, com o consumo de pelo menos 25 mg por dia de licopeno (uma substância presente no tomate), por mulheres na pós-menopausa reduz o risco de câncer de mama, devido ao aumento da concentração de adiponectina. Este hormônio está associado com a diminuição do risco de câncer de mama, de acordo com estudos anteriores. O estudo americano foi realizado pelo The Ohio State University Comprehensive Cancer Center, nos Estados Unidos, e analisou 70 mulheres na pós-menopausa. Todas elas apresentavam um risco de câncer de mama, como casos de câncer na família ou obesidade.

12. Azeite de oliva. Um estudo espanhol publicado em 2015 mostrou que uma dieta mediterrânica com um consumo diário de 4 colheres de sopa de azeite de oliva é eficaz na redução do risco de câncer de mama. Leia mais nas observações abaixo.

É sempre importante que além de ter uma dieta balanceada, a pratica de atividades físicas é benéfica e comprovada na redução do risco de câncer.

Fotos: Fotolia.com

Leia também: 6 recomendações radicais de nutrição para prevenir o câncer12 dicas para combater, prevenir e lidar com o câncer de mama

Ler também:
Observação da redação: este artigo foi modificado em 05.10.2017