6 recomendações radicais de nutrição para prevenir o câncer

PUBLICIDADE

6 recomendações radicais de nutrição para prevenir o câncerWASHINGTON – Numerosos estudos já demonstraram o papel fundamental da alimentação na prevenção ou até mesmo na promoção do câncer. Uma organização não governamental americana, o Comitê de Médicos para uma Medicina Responsável publicou novas recomendações para minimizar a ocorrência de câncer.

Segundo a OMS, muitos tipos de câncer podem ser evitados seguindo algumas regras para ter uma dieta saudável e equilibrada como não fumar, fazer exercícios regulares e limitar o consumo de álcool. Alguns dos cânceres são ligados a genes e, neste caso, é difícil atuar preventivamente.

PUBLICIDADE

Tudo vegetariano?

Tudo vegetariano?

De acordo com pesquisadores americanos, recomendações nutricionais apresentadas pelo Comitê são mais radicais do que as divulgadas no passado. A chave para se lembrar é preparar refeições mais ricas em frutas e vegetais e limitar o consumo de produtos de origem animal e álcool.

Este estudo, já parcialmente divulgado pelo comitê através de um comunicado de imprensa no início de junho de 2014, será publicado na íntegra no dia 30 de junho na revista especializada Journal of the American College of Nutrition.

O Criasaude resume o essencial para que você lembre-se:

Alimentos para reduzir o consumo ou evitar

Alimentos para reduzir o consumo ou evitar

1. Alguns produtos lácteos para os homens. Os homens não devem consumir muito leite. Um estudo europeu de mais de 10 mil homens mostrou que o consumo de 35 g de produtos lácteos por dia, o equivalente a um copo de leite, aumentou o risco em 32% de sofrer de câncer de próstata em comparação com aqueles que consumiam poucos produtos lácteos. Homens que bebiam dois copos de leite por dia viu o seu risco de câncer de próstata aumentar em 60%.

Atenção: suplementos de cálcio também aumentam o risco de câncer. Homens que consumiram 400 mg de cálcio por dia ou mais, viu o seu risco de câncer de próstata aumentar em 51%.

2. Evitar ou reduzir o consumo de álcool. Para homens e mulheres, o álcool pode ser um gatilho para o desenvolvimento de câncer. As pessoas que consomem álcool regularmente têm um maior risco de sofrer de câncer de boca, faringe, laringe,esôfagocólon, reto ou de mama.

PUBLICIDADE

Sabemos que beber apenas um copo de álcool (por exemplo, um copo de vinho) a cada semana aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de boca, faringe e laringe em 24%. Beber 2-3 copos de álcool por dia aumenta o risco de desenvolver câncer colorretal em 21%. De acordo com os pesquisadores, é a molécula de álcool que aumenta o risco de cancro, assim, todos os tipos de álcool são prejudiciais para a saúde.

3. Reduza o consumo de carne vermelha e processada. A ingestão diária de 50 gramas de carne processada, o equivalente a duas fatias de bacon (bacon) ou salsicha, aumenta o risco de desenvolver câncer colorretal em 21%. O consumo de 120 gramas de carne vermelha por dia, o equivalente a um bife pequeno, aumenta o risco de câncer colorretal em 28%.

4. Evite carne frita e grelhada. Não comer este tipo de carne reduz o risco de desenvolvimento de colorretal, mama, próstata, rim pâncreas. Este último é um câncer muito perigoso, com prognóstico muito ruim, com diversos casos nos Estados Unidos.

Alimentos para aumentar o consumo

Alimentos para aumentar o consumo

5. Comer produtos à base de soja. A soja ajuda a prevenir o câncer de mama em mulheres que nunca sofreram desta doença e também ajuda a reduzir o risco de recorrência em mulheres já afetadas pelo câncer.

A soja é rica em isoflavonas e deve ser consumida em alimentos como tofu orgânico ou tempeh. Evite cápsulas ou suplementos alimentares, uma vez que eles não têm o mesmo efeito.

Um estudo chinês mostrou que as mulheres que sofreram de câncer de mama e consumiram 11 gramas de proteína de soja por dia reduziram o risco de morte e recorrência em cerca de 30%.

6. Aumente a ingestão de frutas e vegetais para prevenir muitos tipos de câncer. Este é, naturalmente, um aconselhamento nutricional bem conhecido, mas é sempre útil recordar as razões para tal recomendação. Os vegetais de folhas verdes e legumes da família das crucíferas são particularmente úteis na prevenção do câncer. A alta ingestão de brócolis, couve (ela está na moda nos Estados Unidos) ou repolho pode reduzir o risco de desenvolver câncer colorretal em 18%. Estes vegetais também reduzem o risco de câncer de pulmão e estômago.

O consumo de tomate, rico em licopeno, também é altamente recomendado, pois reduz o risco de câncer de próstata em homens e câncer de mama em mulheres.

Outros produtos, como o alho, ajudam na prevenção do câncer de estômago, ou cenouras na prevenção do câncer de mama, também são altamente recomendadas. Os pesquisadores também acreditam que o gengibre, o chá verde e a uva tenham efeitos contra o câncer.

6 recomendações de nutrição para prevenir o câncer

Texto escrito por Xavier Gruffat (farmacêutico). Traduzido por Matheus Malta de Sá (farmacêutico).

PUBLICIDADE

Observação da redação: este artigo foi modificado em 26.09.2017

 

Inscrever-se na nossa newsletter (de graça)

 

Ler também: