Publicidade

Home » Plantas medicinais » Abóbora

Abóbora

Resumo

Abóbora

Planta medicinal usada principalmente contra a hiperplasia benigna da próstata, geralmente em comprimidos ou cápsulas feitas de sementes de abóbora. Como legume, por exemplo, em uma sopa, a abóbora ajuda a prevenir o diabetes tipo 2.

Publicidade

Nomes

Nome em português: abóbora, sementes de abóbora
Nome binomial: Cucurbita pepo L.
Nome francês: courge, citrouille, potiron, pépins de courge
Nome inglês: pumpkin
Nome alemão: Kürbis

Família

Cucurbitaceae

Constituintes

Esteróides, fitosteróis, ácidos graxos, vitamina E, vitamina C (no legume, carotenóides (no legume)

Partes utilizadas

Sementes (na fitoterapia), o legume inteiro (na nutrição, leia as Observações abaixo)

Efeitos

Ação sobre a próstata, na hiperplasia benigna da próstata nos estágios I e II, antioxidante.

Indicações 

Hiperplasia benigna da próstata (estágios I e II), micção difícil.

Prevenção de diabetes tipo 2 (o legume inteiro, leia as Observações abaixo sobre um estudo)

Abóbora

Efeitos secundários

Eventual alergia, desconhecemos outras.

Contra-indicações

Alergia ao produto, desconhecemos outras.

Interações

Desconhecemos.

Preparações 

– Comprimidos de abóbora (à base de sementes de abóbora)

– Cápsula de abóbora (à base de sementes de abóbora)

– Legume (ex. na forma de sopa), ideal para prevenir diabetes (leia abaixo)

Onde cresce a abóbora?

A abóbora cresce na Europa e na América.

Observações

– A maioria dos especialistas acreditam que seja positivo (comprovado por estudos clínicos) o efeito do extrato lipófilo das sementes de abóbora nos estágios I e II da hiperplasia benigna da próstata. Atenção, esta doença é benigna mas pode esconder complicações mais graves na região da próstata (câncer).
– É por isso que todo problema na próstata deve ser avaliado por um médico. Somente um profissional capacitado poderá indicar o tratamento apropriado e observar se é necessário ou não iniciar uma terapia com sementes de abóbora.

Valor nutricional da abóbora

A abóbora como legume contém muitos carotenóides, substâncias com forte poder antioxidante. A abóbora também contém uma quantidade significativa de vitamina C. Um estudo publicado em julho de 2020 na revista BMJ (DOI: 10.1136 / bmj.m2194) analisando dados de milhares de europeus mostrou que aqueles que tinham altos níveis de carotenóides e a vitamina C no sangue foram associadas a um risco menor de desenvolver diabetes tipo 2. Os pesquisadores calcularam que comer por dia, por exemplo, 66 g de abóbora – cerca de meia xícara, reduziu o risco em 25% de desenvolver esta forma de diabetes.

Fontes & Referências

Literatura sobre plantas medicinais, Prevention (revista norte-americana sobre saúde), BMJ (DOI : 10.1136/bmj.m2194).

Redação:

Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos:

Adobe Stock/Fotolia, Criasaude.com.br

Atualização:

Este artigo foi modificado em 15.12.2020

Foto: 

Abóbora

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 27.04.2021

Publicidade