Publicidade

Home » Plantas medicinais » Pitangueira

Pitangueira

Resumo

Pitangueira resumoA pitangueira é uma árvore nativa da Mata Atlântica, suas folhas possuem efeito antidiarreico, hipotensor, diurético, entre muitos outros.

Publicidade

Nomes

Nome em português: pitanga (fruto da pitangueira), cereja brasileira, pitangueira, pitangueira-vermelha, pitanga-do-mato
Nome binomial: Eugenia uniflora L.; Eugenia micheli Lam.; Stenoclyx micheli (Lam.) Berg
Nom inglês: Pitanga, Brazilian cherry e Surinam cherry
Nome francês: cerise carrée, rousaille, cerisier de Cayenne, cerisier du Surinam
Nome inglês: Pitanga, Brazilian cherry e Surinam cherry
Nome alemão: Pitanga, Surinamkirsche, Kirschmyrte
Nome italiano: Costoluto Genovese
Nome espanhol: cereza cuadrada, cereza Cauenne, cereza Surinam, pendanga, nangapiri, pitanga.

Família

Myrtaceae

Constituintes

Folhas: éster, flavonóides, óleos voláteis e, principalmente, polifenóis.

Fruto (Pitanga): vitaminas A, C, B2, cálcio, ferro, fósforo, carotenóides (licopeno).

Partes utilizadas

Folhas e frutos

Efeitos da pitangueira

Estudos utilizando testes in vitro e in vivo, comprovam alguns efeitos de extratos das folhas de pitangueira, como:
– Antidiarreico (Atinparasitário – Giardia lamblia)
– Diurético
– Antiinflamatório
– Antifúngico
– Antimicrobiano
– Inibição a xantino oxidase
– Antimalárico e tripanossomicida
– Hipoglicemiante
Hipotensor ( diminui a pressão arterial)
– Inibição da replicação do vírus Epstein- Barr (causador do carcinoma nasofaringial), ação dos elagitaninos, eugeniflorina D1 e D2.

Os frutos (pitanga) possuem propriedades antioxidantes devido, principalmente, aos carotenóides, fenóis e vitamina C.

Indicações da pitangueira

Diarréias, hipertensão, febre, bronquite.

As infusões (chá) das folhas também são usadas popularmente como adstringente, carminativo, diurético, antireumático, redutor do colesterol sanguíneo e controlador de ácido úrico na urina (gota). O fruto, pitanga, é popularmente utilizado como antienvelhecimento, anti-manchas, cicatrizante.

Efeitos secundários

Hipotensão em pacientes sobre riscos cardíacos.

Contra-indicações

Pacientes cardíacos, Chá: gestantes, lactantes, portadores de doenças crônicas. 

Interações

Aumenta o tempo de sono induzido por fenobarbital

Toxicidade

Estudos demonstram que não há toxicidade aguda, mas não há dados sobre o uso prolongado.

Preparações à base de pitangueira

– Infusões (Chá): Consiste em se despejar água fervente sobre folhas de pitanga verde e depois abafar por uns 15 minutos.

– Extratos alcoólicos.

– Fruto ao natural (Pitanga) 

Onde cresce a pitangueira?

A pitangueira é originária do Brasil, nativa da Mata Atlântica, desenvolve-se bem em locais de clima quente e úmido com boa distribuição de chuvas durante o ano ,é bastante sensível ao frio e nem suporta geada.

Pode ser encontrada nas regiões subtropicais do Brasil, de Minas Gerais ao Rio Grande do Sul. Além de outros países como Portugal , Argentina,  Bolívia,  Guianas,  Paraguai,  Uruguai, Venezuela, Estados Unidos, Caribe e no continente Africano.

Quando colher as folhas e a pitanga?

As folhas da pitangueira quando jovens têm coloração avermelhada, deve-se esperar até elas ficarem verdes para que então tenham efeitos terapêuticos.
A frutificação ocorre de outubro a janeiro.

Observações

A palavra pitanga tem origem do tupi-guarani, pï’tana que significa vermelho, principal cor da fruta. A infusão de folhas da pitangueira é utilizada há anos pelos índios, tendo muitas de suas indicações comprovadas cientificamente. Diversos estudos ainda estão sendo realizados, já existem indícios de que o extrato da folha modifica a atividade da gentamicina; o extrato da folha tenha efeito sobre algumas doenças infecciosas e que sua ação hipotensora é devido à vasodilatação. Além dos efeitos e indicações já comprovados.

Fontes:
Revista Vida e Saúde (2021)

Redação:
Xavier Gruffat (farmacêutico)

Ultimo update:
05.03.2021

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade