7 alimentos que combatem o câncer de próstata

Publicidade

7 alimentos que combatem o câncer de próstataSÃO PAULOO mês de novembro é conhecido como “novembro azul”, com campanhas de saúde que visam o público masculino, assim com o “outubro rosa”, voltado para mulheres. Dentre as diversas doenças que atingem os homens, o câncer de próstata é uma das doenças mais graves e que põe em risco a vida do paciente. Embora os fatores precisos que levam a doença não sejam totalmente conhecidos, sabe-se que a dieta desempenha importante papel na promoção ou na prevenção do câncer. Aqui, trazemos uma lista de alimentos e hábitos alimentares que podem ajudar a prevenir o câncer de próstata e fazer você viver melhor. Mas não se esqueça, mesmo com uma dieta balanceada, consulte o seu médico regularmente para exames diagnósticos.

  1. Cenoura. Além de rica em fibras, as cenouras têm precursores de vitamina A que são poderosos antioxidantes. Além disso, as cenouras são ricas no composto chamado falcarinol. Estudos demonstram que essa substância ajuda a prevenir diversos tipos de câncer.
  2. Tomates. Esse alimento é rico no componente licopeno, um poderoso antioxidante. Numa revisão de 21 estudos científicos, pesquisadores encontraram que homens que comem tomate cru ou cozido têm menos chances de desenvolver câncer de próstata que homens que não comem tomate com frequência.
  3. Brócolis. Um estudo canadense mostrou que homens que comembrócolis e couve-flor têm menos chance de desenvolver a forma agressiva do câncer de próstata. Pesquisadores pensam que um composto chamado sulfurofano é responsável por matar células malignas, preservando as células saudáveis.
  4. Romã. Essa fruta, sobretudo o suco de romã, tem demonstrado ser eficaz na prevenção do câncer de próstata. Estudos indicam que a romã ajuda a reduzir o aumento do PSA (antígeno prostático específico) e reduz também a recorrência de aparecimento da doença após primeiro tratamento. Pesquisadores imaginam que compostos chamados elagitaninos sejam os responsáveis pelo poder benéfico.
  5. Leguminosas. Alimentos como soja, feijão, amendoim e lentilhas são ricos em fitoestrógenos, como a isoflavona. Esses compostos ajudam a combater células malignas de câncer. Dois trabalhos científicos de revisão encontraram redução de 30% de risco de desenvolvimento de câncer de próstata em homens que consumiam soja. Além disso, houve redução de 12% dos níveis de PSA comparados com pacientes que comeram trigo.
  6. Chá verde. Estudos na população asiática, onde o chá verde é amplamente consumido, mostra que há menor incidência de câncer de próstata na população masculina. Pesquisadores acreditam que o alto conteúdo de antioxidantes e polifenois ajuda a combater o aparecimento da doença.
  7. Salmão. O salmão é rico em ômega-3 que ajuda o corpo a lutar contra inflamações e mantem a saúde do sistema imune. Outras importantes fontes de ômega-3 são sardinhas, atum e grãos.

Além desses alimentos, há algumas dicas importantes que podem ajudar a reduzir o risco de aparecimento da doença. Evite consumir em excesso:

– Carne vermelha.

– Açúcar refinado e refrigerantes.

– Álcool.

– Fast food e alimentos ricos em gordura, sobretudo gorduras trans.

– Alimentos industrializados e enlatados.

– Alimentos embutidos, como salsicha, salame, linguiça, etc…

– Produtos lácteos. Os homens não devem consumir muitos produtos lácteos. Um estudo europeu com mais de 10 mil homens mostrou que consumir 35 gramas de produtos lácteos por dia, o equivalente a um copo de leite, aumenta em 32% o risco de desenvolver câncer de próstata em comparação com aqueles que consumiam menos produtos lácteos. Os homens que bebiam dois copos de leite por dia tiveram seu risco de câncer de próstata aumentado em 60%.

Note que os suplementos de cálcio também aumentam o risco de câncer. Os homens que consumiram 400 mg de cálcio por dia ou mais viram o seu risco de câncer de próstata aumentar 51%.

Ingerir 200 microgramas de selênio por dia na dieta ou na forma de suplementos têm um efeito significativo na prevenção do câncer de próstata, alguns estudos referem-se a uma diminuição do risco de 63%.

A ingestão excessiva de vitamina E aumenta em 68% o risco de desenvolver câncer de próstata.

É sempre importante consultar o seu médico regularmente para exames.

Fotos: Fotolia.com – Criasaude.com.br

Leia também:  6 recomendações radicais de nutrição para prevenir o câncer

Publicidade

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 28.10.2015

Inscrever-se na nossa newsletter (de graça)

 

Ler também: