Publicidade

Home » Plantas medicinais » Erva-doce

Erva-doce

Resumo

Erva-doceErva-doce é uma planta medicinal utilizada contra os problemas digestivos, contra a tosse, e também para favorecer a amamentação. Geralmente, ela pode ser encontrada em infusão.

Nomes

Nome em português: erva-doce, anis verde, anis, aniz
Nome binomial: Pimpinella anisum L.
Nome francês: anis, anis vert
Nome inglês: Anise, Aniseed
Nome alemão: Aneis, Anis
Nome italiano: anice verde

Publicidade

Família

Umbelíferas (Apiáceas)

Constituintes

Óleos essenciais (anetol em mais de 87%, estragol), óleo graxo, flavonóides, vitamina C, ferro, calcio, zinco.

Partes utilizadas

Frutos de erva-doce (grãos de erva-doce), óleo essencial.

Efeitos

Aromático, béquico, expectorante, galactogogo, estomáquico, antibacteriano.

Indicações

Em uso interno (gotas, comprimidos):
Distúrbios gastrointestinais: dispepsia, cólicas, tosse produtiva, bronquite, aleitamento (com o funcho), inchaço.

Em uso externo (inalação em óleo essencial):
Tosse produtiva

Erva-doce

Efeitos secundários

Eventualmente problemas de alergia, problemas de pele, problemas gastrointestinais: queira ler a bula.

Contra-indicações

Alergia à planta, gravidez (em uso interno de óleo essencial), diverticulite.

Interações

Desconhecemos.

Preparações

Infusão de erva-doce

Tintura de erva-doce

– Óleo essencial de erva-doce (em uso externo contra os piolhos)

Onde cresce a erva-doce?

A erva-doce cresce no Sul da Europa, na América do Sul e em diversas outras regiões do mundo. A planta atinge uma altura entre 30 e 60 cm. A floração ocorre na Europa de junho a agosto. É uma planta anual, isto é, que não passa de um ano.

Quando colher a erva-doce?

Os frutos de erva-doce são colhidos no outono.

Plante você mesmo

A erva-doce precisa de ambiente quente e protegido. Esta planta é multiplicada por divisão ou por sementes. Uma cultura em vaso em uma varanda virada para sul é uma boa solução na zona europeia.

Observações

– Conforme as nossas pesquisas, a erva-doce, graças ao seu teor em óleo essencial é eficaz contra determinados problemas digestivos, então ela é portanto uma boa alternativa natural, mas não deve ser utilizada como óleo essencial durante a gravidez.

Crítica da eficácia:
Uma edição especial da revista francesa Science & Vie sobre plantas medicinais publicada em julho de 2020 estimou que o efeito da erva-doce contra distúrbios digestivos menores ainda não foi demonstrado, devido à falta de estudos científicos publicados, incluindo ensaios clínicos. A Science & Vie se baseou em uma análise do Comitê Europeu de Medicamentos à Base de Plantas. Existem estudos realizados in vitro e em animais que mostram um efeito antiespasmódico da erva-doce.

Fontes:
Literatura sobre plantas medicinais, revista Science & Vie, ISRN Pharm – 2012 (DOI: 10.5402/2012/510795)

Redação:
Por Xavier Gruffat (farmacêutico)

Fotos: 
Adobe Stock/Fotolia, Criasaude.com.br

Atualização:
Este artigo foi modificado em 22.11.2020

Foto erva-doce

Erva-doce

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade