Publicidade

9 alimentos que não devem ser comidos crus

Se os alimentos crus se tornaram uma verdadeira tendência alimentar destinada a preservar o máximo de nutrientes nos alimentos, existem certos produtos que definitivamente devem ser cozidos antes do consumo. Descubra 9 alimentos que não devem ser comidos crus para se manter saudável. Também tome cuidado para não adotar uma alimentação com alimentos crus fraca ou de forma repentina, pois o corpo, acostumado a digerir alimentos cozidos, pode ser perturbado por essa mudança.

Publicidade

1. A carne de porco
A carne de porco às vezes pode estar contaminada com bactérias como as salmonellas ou as Campylobacter. Da mesma forma, pode conter parasitas como triquinose e Taenia solium. Para evitar qualquer risco, é aconselhável nunca comer esta carne crua. Tenha cuidado, o javali também pode ser infectado por esse mesmo parasita e as mesmas precauções também se aplicam.

2. O frango
O frango é um dos alimentos que não devem ser consumidos crus. As bactérias como a salmonella crescem naturalmente no intestino das aves, aumentando o risco de contaminação. Outras bactérias, como campylobacter, também devem ser temidas, especialmente para pessoas com sistemas imunológicos mais fracos.

3. As carnes vermelhas (em geral)
Embora existam muitas receitas que pedem o consumo de carnes mal-passada, o risco de contaminação por bactérias como Salmonella, Campylobacter, E. coli e muitas outras continua existindo. A carne moída é particularmente perigosa porque promove a propagação de germes e, portanto, aumenta o risco de intoxicação alimentar se não for cozida. A melhor precaução a tomar antes de consumir alimentos à base de carne é cozinhá-los bem.

4. Os peixes
O peixe cru é popular em muitos pratos asiáticos, mas esteja ciente de que, como outras carnes, o peixe pode estar contaminado com bactérias como Listeria ou Salmonella. O mais perigoso no consumo de peixe cru é o anisakis, um parasita que pode causar alergias e distúrbios digestivos. Congelar a carne pode limitar o risco de intoxicação pelo peixe, mas cozinhar continua sendo a melhor maneira de evitar a contaminação.

5. Os cogumelos selvagens
Você deve ter muito cuidado com cogumelos selvagens. Já que nem todos são comestíveis, mas além disso, alguns contêm componentes de difícil digestão, que podem causar reações tóxicas ou alérgicas. É melhor sempre cozinhá-los. Mesmo para cogumelos paris e cogumelos cremini que podem ser consumidos em saladas, não é aconselhável consumir cogumelos em grandes quantidades ou com muita frequência.

6. A batata-inglesa
As batatas-inglesas têm meios de proteção contra parasitas. Esses componentes são tóxicos, embora não fatais. Estes são principalmente a solanina e a chaconina, esses alcaloides que podem causar distúrbios como náuseas ou vômitos. Da mesma forma, as batatas cruas podem causar flatulência devido à resistência dos amidos aos sucos digestivos. No entanto, deve-se notar que essas toxinas são fracas e concentram-se principalmente nas gemas, nas flores e na pele, especialmente quando ela está verde.

7. A berinjela
Assim como as batatas, a berinjela contém a solanina. A concentração dessa substância é menor em vegetais maduros do que naqueles ainda jovens. Mesmo que os efeitos gastrointestinais indesejáveis ligados à toxicidade deste vegetal sejam menores, é prudente favorecer o cozimento. Você pode fritar, grelhar, ferver ou assar a berinjela de acordo com seu gosto.

8. Os brotos e germinados
Muito apreciados em saladas tanto pela cor e sabor quanto pela qualidade nutricional, os brotos e germinados são obtidos pela germinação das sementes em ambiente quente e úmido. Estas condições são favoráveis ​​ao desenvolvimento de bactérias que podem contaminar os alimentos durante o cultivo, colheita ou durante diversas operações de manipulação. É por isso que você tem que ter cuidado. As crianças, os idosos, as mulheres grávidas e pessoas com sistema imunológico fraco não devem consumir esses alimentos crus. As principais bactérias que são recorrentemente encontradas em brotos e germinados são a Salmonella, a E.coli e a Listeria. O melhor é comprar produtos frescos, limpá-los bem e, tanto quanto possível, cozinhá-los em vez de comê-los na forma de saladas (cruas).

9. O leite
Não é aconselhável consumir leite cru, ou seja, o leite que vem diretamente da vaca (sem processamento). De fato, ele às vezes pode ser contaminado por bactérias perigosas para a saúde, como a Salmonella ou a E. coli ou por outros elementos externos. Se você puder garantir que não haja risco de contaminação, o leite cru pode ser benéfico para sua saúde, pois ainda retém todas as vitaminas perdidas durante a pasteurização. Este tipo de leite deve ser sempre mantido fresco e consumido rapidamente.

Artigo atualizado em 23 de maio de 2022. Pela equipe editorial do Criasaude.com.br. Créditos fotográficos: Fotolia.com.

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 23.05.2022

Publicidade