Publicidade

Home » Plantas medicinais » Butterbur

Butterbur

Resumo

ButterburPlanta medicinal com efeito antialérgico e espasmolítico, utilizada respectivamente contra a rinite alérgica e as dores de barriga. Ela pode ser encontrada em forma de medicamentos prontos para o uso.

Nomes

Nome em português: Ainda não existe um nome correspondente em português. Por enquanto são utilizados os nomes em inglês butterbur e em latim, Petasites hybridus.
Nome binomial: Petasites hybridus
Nome francês: pétasite, pétasite hybride, pétasite vulgaire
Nome inglês: Butterbur
Nome alemão: Pestwurz
Nome italiano: cavolaccio

Publicidade

Família

Asteraceae (Asteráceas)

Constituintes

Sesquiterpenos, alcalóides com núcleo pirrolizidínicos, petasina (apresenta um poderoso efeito espasmolítico), óleos essenciais, mucilagens, colina, princípio amargo

Partes utilizadas

– Partes subterrâneas secas (raízes e rizomas)

Efeitos

Espasmolítico, antialérgico.

Alguns princípios ativos da butterbur reduzem a constrição dos músculos lisos, principalmente nos pulmões e no trato respiratório superior, como na mucosa nasal.

Indicações

Dor de barriga (dor com espasmos), alergia: rinite alérgica (febre do feno), enxaqueca (prevenção), constipação espástica especialmente em crianças (para esta indicação tomar 5 gotas de tintura mãe de butterbur).

Butterbur

Efeitos secundários

Hepatotoxicidade possível (como observado pelo site de referência suíço em medicamentos Pharmavista.net, uma atenção especial deve ser dada aos sinais precoces de dano hepático, como fadiga, dor abdominal alta, perda de apetite, icterícia). Por favor, leia a bula quando comprar um medicamento à base de butterbur.

Contra-indicações

Gravidez, amamentação, na insuficiência hepática e renal usar com cuidado e sob supervisão médica, patologia do fígado. Por favor, leia a bula quando comprar um medicamento.

Interações

Nenhum conhecido (de acordo com nossas informações). Por favor, leia a bula quando comprar um medicamento à base de butterbur.

Preparações à base de butterbur

– Medicamentos prontos para o uso, como comprimidos, drágeas ou cápsulas.

Existem também preparações sob a forma de infusão (chá), tintura mãe ou compressa.

É aconselhado utilizar apenas os medicamentos prontos para o uso e não fabricá-los em casa, pois em alta dose, podem ocorrer problemas com uma molécula contida na planta (os alcalóides à base de pirrolizidina), que podem provocar graves problemas hepáticos e desencadear até um câncer. Nos medicamentos prontos para o uso, todas essas moléculas são retiradas.

Onde cresce a butterbur?

A butterbur cresce na Europa, na Ásia e na América do Norte. A grande maioria do consumo mundial de butterbur vem da planta selvagem colhida em alguns países da Europa Oriental. O caule do butterbur pode atingir até 1 m de altura.
As raízes do butterbur são colhidas na primavera ou no outono (setembro ou outubro na Europa).

O butterbur (petasite) cresce principalmente em solo rico e úmido, localizado em sombra parcial.

Observações

– Cuidado com o risco de toxicidade das pirrolizidinas contidas nesta planta. Utilize apenas as preparações controladas pelas autoridades de saúde (não faça o seu próprio remédio!).

– Os gregos antigos usaram o butterbur contra a asma. Já na Idade Média, ele foi usado na forma de chá especialmente contra tosse e infecções do trato urinário. O termo em alemão desta planta “Pestwurz” (que significa “raiz da peste”) é uma referência à peste. Na Idade Média, esta planta foi particularmente indicada contra a peste, mas também para casos de febre.

– O butterbur é especialmente indicado contra a enxaqueca, outra planta indicada contra esta doença é a matricária (feverfew). A Butterbur atua na enxaqueca tanto em adultos como em crianças. A Academia Americana de Neurologia (American Academy of Neurology) recomenda a butterbur como tratamento de primeira linha (first-line recommandation) contra enxaqueca1.

– Vários estudos clínicos europeus demonstraram a eficácia de medicamentos à base de butterbur para rinite alérgica2.

– A tussilagem (Tussilago farfara) é uma planta prima do butterbur.

Fontes (referências):
“Les secrets du druide”, de Claude Roggen, Editora Bois Carré, 2016 – National Geographic, Pharmavista.net (site de referência suíço para medicamentos).

Créditos fotográficos:
Fotolia.com, Pharmanetis Ltd.

Atualização:
29.06.2020

Foto

Butterbur

Esta informação foi útil?

Fontes de rodapé:

  1. National Geographic, Healing Remedies, Tieraona Low Dog, 2014 e 2018
  2. National Geographic, Healing Remedies, Tieraona Low Dog, 2014 e 2018
Observação da redação: este artigo foi modificado em 03.05.2021

Publicidade