Publicidade

Home » Plantas medicinais » Árvore do chá (Melaleuca)

Árvore do chá (Melaleuca)

Resumo

Árvore do cháPlanta medicinal de origem australiana utilizada principalmente em forma de óleo essencial, indicada sobretudo em caso de micoses dos pés ou das unhas, graças a um forte efeito antifúngico. Para utilizar externamente, não deve ser ingerida.

Nomes

Nome em português: árvore do chá, melaleuca (também muito conhecida como tea tree), óléo-de-melaleuca, mirto-de-mel
Nome binomial: Melaleuca alternifolia (Maiden et Betche (en)) Cheel, 1924
Nome francês: arbre à thé, tea tree, melaleuca, mélaleuque
Nome inglês: tea tree
Nome alemão: Teebaum
Nom italien: albero del tè

Publicidade

Família

Myrtaceae (Mirtáceas)

Constituintes

Óleos essenciais (terpineol), das folhas e galhos.

Partes utilizadas

Óleo essencial extraído das folhas de árvore do chá.

Propriedades

Antifúngico (ativo por ex. contra o fungo Candida albicans), bacteriostático, antiviral, antiacnéico, antisséptico, cicatrizante, anti-inflamatório.

Indicações

– Micoses dos pés (pé de atleta), micoses das unhas (onicomicose), candidíase (micose vaginal), acne, picadas de insetos, feridas (cortes), caspas, problemas de gengivas, aftas (óleo essencial), manchas da idade (aplicação diária sob a forma de gel a base de árvore do chá por longos períodos), síndrome do túnel do carpo.
Rinite, tosse (na inalação de óleo essencial de árvore de chá).
Dor de garganta (é possível um gargarejo contra dor de garganta com algumas gotas de óleo essencial de árvore de chá em um pouco de água morna, não engolir).

Cuidado, para ser usado apenas para uso externo, não ingerir.

Efeitos secundários

Como a maioria dos óleos essenciais, possíveis queimaduras leves da pele em caso de alergia a este óleo essencial, levando à dermatite de contato. Utilize este óleo essencial somente em quantidades muito pequenas (uma ou duas gotas sobre fungos) ou em diluição.
Em doses muito altas, o óleo de árvore de chá pode ser tóxico para o fígado ou para os rins.

Contra-indicações

Alergia ao óleo essencial, não o aplique sobre as mucosas e os olhos. Algumas fontes desaconselham seu uso em mulheres grávidas, bebês e crianças pequenas.

Interações

Desconhemos

Preparações

– Gel de árvore do chá (à base de óleo essencial)

– Creme de árvore do chá (à base de óleo essencial)

– Solução para gargarejos de árvore do chá (à base de óleo essencial)

– Óleo essencial (puro) de árvore do chá – por ex. aplique 1 a 2 gotas deste óleo sobre as micoses.
Observação: Em caso de acne, é melhor dar preferência aos cremes à base de árvore do chá com concentração de 5 a 15% de óleo essencial, ao invés de utilizar o óleo essencial puro.

Spray contra micoses

Atenção, nunca se deve ingerir o óleo essencial de árvore do chá!

Onde cresce a árvore do chá?

A árvore do chá cresce principalmente na Austrália.

Observações

– A árvore do chá é uma planta da mesma família (mirtáceas) que o eucalipto, e portanto originária da Austrália. Lá, árvore do chá é bastante utilizada e pode ser encontrada em todas as farmácias.

– Seus óleos essenciais (ricos em terpenos), demonstraram uma grande eficácia contra as micoses,  comprovada por diversos estudos clínicos.

– A árvore do chá também tem eficácia contra a acne, semelhante a do peróxido de benzoíla (molécula bastante utilizada em caso de acne) mas com menos efeitos secundários, pois sabe-se que o peróxido de benzoíla tem uma tendência em descolorir os tecidos (roupas, toalhas,…) e pode às vezes causar irritações. O óleo essencial de árvore do chá pode então ser um ótimo tratamento em caso de acne leve a moderada. Se você adotar um creme de árvore do chá, dê preferência àqueles à base de óleo essencial de árvore do chá cuja concentração varie entre 5 e 15%. Não use árvore do chá em caso de rosácea, pois pode agravar os sintomas.

Fontes:
Revista Vida e Saúde (2021).

Redação:
Xavier Gruffat (farmacêutico)

Ultimo update:
07.05.2021

Árvore do chá

Esta informação foi útil?

Observação da redação: este artigo foi modificado em 20.05.2021

Publicidade